18.3 C
Rio Branco
18 maio 2022 2:03 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Laudo identifica rotina de humilhação a internos e funcionários de asilo

Além da visita ao local, os psicólogos entrevistaram nove pessoas, dentre eles, quatro idosos

POR G1

O laudo psicológico produzido pela justiça sobre a instituição Casa do Aconchego, em Campo Grande, apontou caso de maus-tratos contra funcionários e idosos que viviam no local considerado gravíssimo. Atualmente, a casa é composta por vinte e quatro internos e todos possuem comorbidades.

As agressões verbais e psicológicas vieram à tona após a então presidente Suely Gomes dos Santos ser flagrada por câmeras de segurança em 24 de novembro de 2021. (CLIQUE AQUI e veja vídeo)

Ainda conforme o documento dos profissionais de saúde, prejuízos emocionais a alguns dos internos e funcionários também foram destacados.

Além da visita à instituição de longa permanência de idoso, os psicólogos entrevistaram a assistente social da entidade, a vice-presidente, a gerente e também a nutricionista; o enfermeiro Mariomar Alberto Alves da Silva, e também ex-técnico do asilo, que denunciou o caso ao Ministério Público e à Polícia Civil; o fisioterapeuta; a psicóloga da instituição; e quatro idosos moradores do local.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.