24.3 C
Rio Branco
11 janeiro 2022 4:33 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Mulher com deficiência é estuprada por homem com quem trocava mensagens na web

Família soube há pouco tempo que vítima mantinha contato com desconhecidos pelas redes sociais, mas não conseguiu impedir que ela fosse levada até a casa do suspeito.

POR G1

Uma mulher, de 36 anos, com deficiência física e intelectual, foi estuprada por um homem com quem mantinha contato por redes sociais, em Coxim (MS), a 253 km de Campo Grande. A vítima saiu de casa por volta das 23h de sábado (8) e foi levada por um mototaxista pago pelo suspeito, 49 anos, até a casa dele, onde os abusos aconteceram.

Segundo a polícia, a vítima, que não possuía histórico de desaparecimentos, trocava mensagens com o homem por meio de redes sociais. Esta foi a primeira vez que eles se encontraram pessoalmente.

“Aproximadamente 23 horas da noite, ele pagou um mototáxi para buscá-la perto da sua residência. A família só notou que ela havia saído de casa 3h30 e ela não sai de casa sozinha”, relata a delegada da Delegacia da Mulher (DAM) de Coxim, Andressa Vieira.

Como forma de encontrá-la, familiares começaram a divulgar o desaparecimento da vítima por redes sociais. “Ela é especial. Estamos desesperados, porque ela toma remédios controlados”, escreveram.

Na tarde de domingo (9) um morador que passava em frente à casa do suspeito identificou a mulher das imagens e chamou a polícia, que prendeu o suspeito. A vítima disse a delegada que os atos sexuais não foram consentidos. A perícia comprovou que houve relação sexual.

A família da mulher soube recentemente que ela mantinha contato com desconhecidos pela internet e uma familiar dela chegou a viajar de Campo Grande para Coxim justamente para averiguar essa situação, segundo a polícia.

Conforme uma familiar da vítima, a conversa que precedeu o encontro durou cerca de quatro dias. “Nunca poderíamos imaginar, estamos em choque ainda. Um monstro”.

A vítima passou por procedimento médico padrão para casos de estupro e está em casa, sob os cuidados da família. O homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e segue detido, no aguardo da audiência de custódia.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.