24.3 C
Rio Branco
16 maio 2022 8:24 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Blog do Ton: Com família Bolsonaro no jogo das eleições locais, Acre vive momento pouco antes visto

O Blog do Ton é assinado pelo jornalista Ton Lindoso, editor-chefe do ContilNet, e traz os bastidores da política acreana, comunicação e sociedade

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 28/04/2022 19:49

Última atualização em 27/04/2022 15:54

A visita do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) ao Acre foi encarada pelos membros do partido como uma injeção de endorfina. Com o apoio declarado à Márcia Bittar, pré-candidata ao Senado, o que se comentava pelos cantos do auditório da Livraria Paim era que nunca uma aliança tão grande levava o nome de alguém ao Senado.

Em todas as suas falas, Flávio Bolsonaro deixou claro que Márcia faz parte de um projeto do presidente da República. O primeiro deles foi em fala fechada, para membros da sigla. Disse “quando Márcia foi convidada” pelo presidente. E repetiu uma frase que aprendeu com a postulante ao Senado: “Aqui, não é o final do Brasil. É o começo”.

O senador carioca elogiou a articulação de Bittar, que colocou nomes de peso no evento, aplaudiu os líderes que fizeram uso da fala e aprovou Márcia quando falou sobre os antigos governos do PT: “Vamos separar os meninos dos homens”.

O momento de maior clímax foi quando o senador Bittar disse que, oficialmente, a pré-candidatura de Márcia estava posta: “O Acre vai se orgulhar dessa mulher”. Flávio abonou e dispensou uma série de elogios à Márcia.

“Márcia, te desejo toda sorte do mundo. Que Deus te abençoe nessa caminhada. Você sabe da importância desse projeto. Você nos dá uma grande esperança. Confio no povo do Acre. Esse calor e esse carinho, graças a Deus, nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. Conte conosco! Você é a pré-candidata de Bolsonaro no Acre. Fiquem com Deus! Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

Honrou

Durante fala, o senador Marcio disse que Bolsonaro é um cara que o “honrou em tudo que fez”. Citou o primeiro vídeo com o presidente, filmado pela jornalista Wania Pinheiro e Flávio disparou: “O Marcio iniciou essa gestão de mãos dadas com o presidente”.

Exclusiva

A declaração foi dada em conversa exclusiva com este jornalista que vos fala, e Evandro Cordeiro, meu querido colega do Acrenews.

De um lado, Evandro Cordeiro e Ton Lindoso. Do outro, o senador Flávio Bolsonaro e a pré-candidata ao Senado, Márcia Bittar. Foto: ContilNet

Afinação

Ideologicamente falando, os clãs Bolsonaro e Bittar tem uma afinação que não passa despercebida. Flávio riu e aplaudiu diversos comentários de Márcia. “Daqui a pouco eu sangro mais o PT”, disse a pré-candidata em determinado momento, arrancando risos do filho do presidente.

Afinação²

Flávio, durante uso da fala, complementou o comentário de Márcia: “Aqui no Acre, nós vamos atropelar o PT nas urnas”.

Gladson Cameli

O assunto Gladson foi tocado em dois momentos. Num primeiro, Márcia disse: “Estamos pedindo ele em casamento, mas você está vendo que tá difícil, né?”, disse a Flávio. Num segundo, Flávio disse que o seu desejo era ver uma aliança entre a dupla, apoiada pelo pai ao Governo e Senado.

Petecão e Vanda

Data preliminar de 13 de maio é a marcada na agenda para um anúncio da dobradinha Vanda-Petecão. Isso se nada acontecer até lá.

Primeiro compromisso

Dentre as diversas declarações de Flávio Bolsonaro ao senador Bittar, uma das que mais causou frisson no grupo foi a de que o senador acreano conseguiu arrancar do presidente o primeiro compromisso nas eleições. Quando Bolsonaro ainda não prometia nada a ninguém, fez um compromisso por Márcia Bittar.

Vai para estadual

Ao ContilNet, com exclusividade, Emerson Jarude adiantou que vai para disputa à Aleac. Ele disputou a preferência dentro do MDB para ser o postulante ao Governo do Acre.

Peregrinação

As informações que chegam de Rodrigues Alves dão conta de que a residência do casal Dêda e Maria Antônia não para vazia. São vários os postulantes à Câmara que estão de olho naquele grupo.

PP

Cotado para uma vaga à Câmara, Dêda qualificaria a chapa de federal do PP.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.