23.3 C
Rio Branco
16 maio 2022 5:16 pm

Em live, Bolsonaro culpa governadores por inflação e combustíveis

"O que os governadores que são simpáticos ao Lula fizeram? Impuseram as maiores medidas restritivas em todo país", atacou o presidente. Em mensagem aos caminhoneiros, ele disse que zerou imposto federal do diesel

POR CORREIO BRAZILIENSE

Última atualização em 28/04/2022 21:39

Em tom de campanha, o presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou, durante live, na noite desta quinta-feira (28/4), sobre o preço dos combustíveis no Brasil e a alta da inflação. O chefe do Executivo responsabilizou, mais uma vez, os governadores pela crise econômica no país.

“Inflação tá no mundo todo. Essa crise, esses problemas, né, a pandemia. A péssima condução por parte de muitos governadores levou a esse caos. Se não fôssemos nós, ao conceder o auxílio emergencial lá em 2020, e uma parte de 2021, como estariam as pessoas?”, disse.

“E, agora, vêm uns candidatos aí, que nem são governadores, e querem colocar a culpa em mim. Na inflação, nos combustíveis, no preço da energia elétrica. O que os governadores que são simpáticos ao Lula fizeram? Impuseram as maiores medidas restritivas em todo país”, afirmou o presidente.

Jair Bolsonaro ainda atacou a política do presidente da Argentina, Alberto Fernández. “Na nossa querida Argentina, se cria mais um imposto sobre lucros inesperados. Eu não sei o que é isso. Lamentavelmente ladeira abaixo. Na Argentina também, de acordo com o jornal Jovem Pan, o preço da carne aumentou 235% no governo Fernandez. A Argentina é um produtor e exportador de carne. No Brasil aumentou? Aumentou. Mas não foi tudo isso”, comparou.

No Brasil, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, chegou a 1,73% em abril deste ano. O resultado ficou acima das taxas de março deste ano e de abril de 2021. Essa é a maior variação mensal desde fevereiro de 2003 (2,19%) e a maior para um mês de abril desde 1995 (1,95%).

Caminhoneiros

Bolsonaro ainda fez um aceno aos caminhoneiros. Antiga aliada do presidente, a categoria se sente traída pelo governo. “Deixar bem claro para os caminhoneiros: o imposto do diesel, eu zerei. Eu gostaria que os governadores fizessem algo parecido. Eu sei que os governadores de Rondônia, de Roraima, diminuíram um pouco o preço dos combustíveis, levando em conta o que podem diminuir: o ICMS e tudo mais”, disse.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.895 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.