29.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 3:42 pm

Alan Rick reúne-se com Ministro da Educação para tratar do Revalida 2022 e construção de CAp

Diante de tudo isso, só 628 dos mais de 6 mil candidatos foram aprovados, segundo dados do Painel Revalida, plataforma do Inep

POR ASCOM

Última atualização em 31/05/2022 16:55

“O que queremos é um Revalida justo, periódico e que tenha o equilíbrio necessário para a aferição do conhecimento dos médicos brasileiros formados no exterior” -, foi o que disse o deputado Alan Rick durante reunião com o novo ministro da Educação, Victor Godoy, na manhã desta terça-feira, 31 de maio, no MEC.

O parlamentar apontou que o baixo índice de aprovação do Revalida 2022.1 carrega as consequências das falhas na organização do certame, entre elas, a divulgação da nota de corte majorada em 10 pontos e a 48h antes do exame, as inconsistências na correção da prova e lançamento de notas erradas na divulgação dos resultados. Diante de tudo isso, só 628 dos mais de 6 mil candidatos foram aprovados, segundo dados do Painel Revalida, plataforma do Inep. Menos de 10% de aprovação na primeira etapa.

“O Revalida não é uma prova classificatória e sim de avaliação de conhecimentos, habilidades e competências para o exercício da medicina. Pedi que aplicação seja feita conforme a Lei do Revalida” – completou o deputado. As provas da 2° etapa do Revalida 2022.1 serão aplicadas nos dias 25 e 26 de junho.

O ministro da Educação, Victor Godoy, se mostrou solidário ao exposto pelo deputado e comprometeu-se a ajudar, junto ao INEP, para que os erros sejam corrigidos.

Ainda durante a reunião, o deputado Alan Rick apresentou a professora Guida Aquino, reeleita reitora da Ufac para o quadriênio 2022/2026 , ao ministro e já tratou da construção do novo Colégio de Aplicação (CAp), obra orçada em cerca de R$ 12 milhões.

O prédio do CAp, no centro de Rio Branco, está interditado por problemas estruturais e, segundo a reitora, os alunos estão tendo aulas em salas provisórias da UFAC ou de forma remota.

“Sem o novo prédio, o Colégio de Aplicação terá que funcionar em prédios alugados, para garantir que todos os alunos possam voltar às aulas presenciais” – explicou a reitora.

“Diante da atual situação do prédio onde o CAp funciona há décadas, a liberação desse recurso é urgente. O ministro assumiu o compromisso de ajudar a viabilizar parte dos recursos ainda este ano, para o início das obras no Campus da Ufac, em Rio Branco. Seguirei trabalhando para agilizar todo esse processo” – finalizou Alan Rick.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.