20.3 C
Rio Branco
29 junho 2022 4:12 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Blog do Ton: Os bastidores do jantar com Bittar, aliados e o ex-chefe da Casa Civil, Flávio Silva

O Blog do Ton é assinado pelo jornalista Ton Lindoso, editor-chefe do ContilNet, e traz os bastidores da política acreana, comunicação e sociedade

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 24/05/2022 10:43

Não é novidade para ninguém que o próprio governador Gladson Cameli espera ajuda do senador Marcio Bittar (UB-AC) em algumas missões, como indicar pessoas de confiança para a vaga de vice e Senado. Está nos sites para quem quiser ver. Um jantar, na última semana, com o ex-chefe da Casa Civil, Flávio Silva, foi alvo de divididas opiniões nos bastidores porque trouxe esses assuntos à tona.

Naquela noite, foi revelado a Bittar o desejo de Cameli em ter, como vice nessa chapa, dois nomes: Eduardo Velloso e Alysson Bestene. “Não tenho objeções. Vamos continuar conversando sobre isso”, teria dito Bittar.

O senador, que forma com Alan Rick o bloco de líderes que continuaram na base de Gladson, foi chamado a participar das discussões e participa. Eu preciso que alguém me diga o que há de errado nisso.

Outra coisa que passou despercebido pelos setores da imprensa e discussões nos bastidores foi de que esse jantar foi de conhecimento do governador. Não vi ninguém – absolutamente ninguém – falando sobre isso. E se o teor das conversas saiu daquela sala, é porque não se tratava de um jantar secreto.

Agora, o jogo da política deve ficar mais afunilado. São informações e interesses por todos os lados. No final, quem escolhe é Gladson.

Gladson sabia

Momentos antes do jantar, Gladson recebeu aliados para falar sobre o mesmo assunto e ficou ciente do jantar. Esse jantar foi mais um capítulo do alinhamento de Bittar com Cameli e não teve esse tom, impresso por setores da imprensa.

Perguntar não ofende

Flaviano e o MDB, família Sales, Petecão e grupo, família Milani: essas foram as perdas do Governo do Acre. Fazendo uma conta rápida, são mais de 100 mil votos. Quem são esses articuladores? E o que pretendem?

Perguntar não ofende²

Agora, só restam na base Marcio Bittar e Alan Rick – daquele grupo que derrotou o PT em 2018. Será que existe alguém, dentro do Palácio, que considera isso saudável? Normal? E acham que a eleição continua ganha? Perguntar não ofende.

Perguntar não ofende³

Líder nas pesquisas de intenção de voto até aqui, Gladson Cameli não é bobo, nem nada. Está ciente do jogo, dos interesses e tudo que orbita em torno dessa questão. Tem muita gente correndo os quatro cantos do Acre por poder e cadeiras, mas são poucos os que correm pela união do grupo e por uma composição competitiva.

Federal no Juruá

Ralph Fernandes (PDT), Zezinho Barbary (PP), Keiliane Cordeiro (Republicanos), Clerton Souza (PSD) e Francisco Piyãko (também via PSD) são os nomes que concorrem a uma cadeira de federal e contam com os votos da região do Vale do Juruá.

Federal no Juruá²

Todos os nomes são excelentes, mas achei duvidosa essa estratégia do PSD de dividir localmente os votos por ali. Foi dividindo votos que o PP não emplacou nenhum federal em 2018.

Feminicídio

“Não adianta oportunizarmos todos os recursos como a Lei Maria da Penha, o Sinal Vermelho e o programa Acre pela Vida se essa mulher que é agredida não têm condições de chegar até nós”. Do secretário de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), Paulo Cezar Santos, em entrevista ao ContilNet que foi ao ar neste último fim de semana.

Entrevista

Na entrevista, que abordou temas como crimes de fronteira e cronogramas de licitações, Paulo também disse que a Estrada de Pucallpa, que ligaria o Acre ao Peru, não traz prejuízos na cultura de crimes. Entrevista completa no ContilNet Play.

Alderian Campos

“Na política, quem se comunica apenas na base da paz e amor, não é respeitado. Tem que ser agressivo. É bater e assoprar – digo por experiência própria”. Do experiente Alderian Campos, empresário da área de publicidade e que tenho o prazer de ter como assíduo leitor.

Kassab

Um dos destaques no evento de sábado (21) da chapa encabeçada pela pré-candidatura de Sérgio Petecão ao Governo foi uma fala do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab: “Ele é preparado, não tenho dúvidas que ele será eleito no primeiro turno. Ele foi deputado estadual por 12 anos, um dos melhores, por sinal. Ele está pronto agora ser governador do Acre”.

Kassab²

Cada frase dita por Kassab, isoladamente, daria uma matéria diferente. Uma coisa, ninguém pode negar: Petecão é um especialista em campanhas. Deve crescer quando colocar o pé na rua para valer.

Fundhacre

Fico feliz em ver nos mais variados sites as informações sendo veiculadas, a todo momento, de mutirões de cirurgias – das mais variadas – pela Fundação Hospitalar do Acre, a Fundhacre. Trabalho impecável do presidente João Paulo, sob determinação do governador Gladson Cameli, e um importante apoio do senador Marcio Bittar.

Suplentes de Vanda

“Estão conversando na possibilidade de um suplente do Alto Acre e outro do Juruá”. De uma fonte sobre os suplentes de Vanda Milani, pré-candidata ao Senado.

Não tá escrito

Não está escrito o número de presidentes e tesoureiros que estão off das discussões eleitorais. Já tem gente querendo dinheiro para a campanha. Se acalmem, pessoal. Agosto está bem aí.

Manda rodar pesquisa

Esses dias, estava em uma roda de amigos e um postulante à Câmara pensou alto, sobre a possibilidade ou não de mudar o estilo de seu corte de cabelo. Um engraçadinho da politica local soltou: “Manda rodar uma pesquisa”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.