22.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 10:20 pm

Estrelas olímpicas do Brasil têm fim de semana de pódios pelo mundo

Ana Marcela, Bruno Fratus, Isaquias Queiroz, Bia Ferreira, Fernando Scheffer, Gabi e Darlan Romani brilham em competições internacionais; Rebeca Andrade vence Troféu Brasil

POR GLOBO ESPORTE

Última atualização em 23/05/2022 11:08

Foi um fim de semana com cara de Olimpíada. Os principais atletas do Brasil entraram em ação em diversas competições espalhadas pelo mundo e conseguiram ótimos resultados. Na água, Bruno Fratus foi ouro e Fernando Scheffer prata no Circuito Mare Nostrum em Mônaco, Ana Marcela Cunha foi campeã do Aberto da Espanha de maratona aquática e Isaquias Queiroz foi prata na Copa do Mundo de canoagem na República Tcheca. No ringue, Beatriz Ferreira foi vice-campeã mundial de boxe, na quadra Gabi foi a MVP da final da Champions League de vôlei e no campo, o destaque ficou para o ouro de Darlan Romani no arremesso do peso no Ibero-americano de atletismo na Espanha.

Gabi celebra ponto do Vakifbank — Foto: Esra Bilgin/Anadolu Agency via Getty Images

Gabi celebra ponto do Vakifbank — Foto: Esra Bilgin/Anadolu Agency via Getty Images

Medalhista de bronze nas Olimpíadas de Tóquio, Bruno Fratus venceu os 50m livre da etapa de Mônaco do Circuito Mare Nostrum de natação com 21s49, seu melhor tempo desde 2019. Marca mais rápida até do que ele fez para ser bronze olímpico. Na mesma competição, Nicholas Santos e João Gomes foram campeões dos 50m borboleta e 50m peito respectivamente, enquanto Fernando Scheffer, medalhista olímpico, foi prata nos 200m livre. O país ainda foi ao pódio com Leonardo de Deus nos 200m borboleta.

SEMPRE ELA

Ana Marcela é campeã do Aberto da Espanha — Foto: Reprodução

Ana Marcela é campeã do Aberto da Espanha — Foto: Reprodução

A campeã olímpica Ana Marcela Cunha foi campeã dos 5km e 10km do Aberto da Espanha de águas abertas. Nas duas ocasiões, deixou para trás a medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio, a holandesa Sharon Van Rounwendaal. Na prova dos 10km, que é considerada a principal, já que é a distância disputada nas Olimpíadas, Ana Marcela venceu com o tempo de 1h58m29s, o mesmo da holandesa.

É PRATA, MAS…

Isaquias Queiroz no pódio da Copa do Mundo de canoagem — Foto: Álvaro Koslowski/Canoagem Brasileira

Isaquias Queiroz no pódio da Copa do Mundo de canoagem — Foto: Álvaro Koslowski/Canoagem Brasileira

O baiano Isaquias Queiroz teve um fim de semana de altos e baixos na Copa do Mundo da República Tcheca. Ele foi medalha de prata na prova do C1 500m, mas no dia seguinte acabou em sexto lugar no C1 1000m, que é considerada mais importante pois é a distância disputada nas Olimpíadas, na qual ele foi ouro. O resultado ainda não preocupa, já que a competição é um laboratório de testes para o Campeonato Mundial, em agosto, no Canadá.

É PRATA!

Bia no pódio com a medalha de prata no Mundial — Foto: Reprodução

Bia no pódio com a medalha de prata no Mundial — Foto: Reprodução

Beatriz Ferreira conquistou a medalha de prata no Campeonato Mundial feminino de boxe, disputado na Turquia, competição mais importante do ano na modalidade. Ela foi derrotada pela americana Rashida Ellis por 3 a 2, em decisão dividida dos árbitros, e foi ao pódio pela segunda vez seguida na competição, já que tinha sido ouro em 2019. Com o resultado, ela se manteve entre as melhores do mundo no início do ciclo. No mesmo evento, Caroline Almeida levou a medalha de bronze na categoria até 52kg.

A EUROPA É DELA

Gabi é campeã da Liga dos Campeões de vôlei — Foto: Divulgação / CEV

Gabi é campeã da Liga dos Campeões de vôlei — Foto: Divulgação / CEV

Medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio, Gabi foi campeã e foi eleita a melhor jogadora da Champions League feminina de vôlei, competição mais importante de clubes do continente. A ponteira joga no Vakifibank, que derrotou o Conegliano por 3 a 1. Gabi fez 23 pontos e ainda comandou o fundo de quadra, tanto no passe (67% de eficiência), quanto na defesa. Foi dela também o ponto que definiu o título para a equipe turca. Assim, foi eleita a MVP, jogadora mais valiosa, da competição.

QUATRO OUROS NO IBERO

Vitória Rosa é ouro nos 100m do Ibero-Americano — Foto: Divulgação

Vitória Rosa é ouro nos 100m do Ibero-Americano — Foto: Divulgação

O Brasil conquistou 22 medalhas, quatro delas de ouro, no Campeonato Ibero-Americano, disputado na Espanha. O destaque foi Vitória Rosa, que venceu os 100m e 200m rasos, mantendo a excelente fase. No arremesso do peso, Darlan Romani, campeão mundial indoor, confirmou o favoritismo, enquanto nos 110m com barreiras, Rafael Pereira também foi campeão.

REBECA E FLAVINHA DIVIDEM PROTAGONISMO

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.