28.3 C
Rio Branco
12 maio 2022 6:22 pm

Globo vai transmitir jogos da Libertadores de 2023 a 2026

POR GLOBO.COM

Última atualização em 12/05/2022 18:22

A TV Globo vai transmitir a Copa Libertadores de 2023 a 2026. O resultado do processo de licitação feito pela Conmebol saiu nesta quinta-feira. ESPN e Paramount vão exibir os jogos da competição em TV fechada e streaming.

Com o acordo, a Libertadores voltará à TV Globo depois de três anos. A emissora tinha os direitos de exibição da competição no Brasil até março de 2020, quando todas as competições foram paralisadas em razão da pandemia e a empresa rescindiu o contrato com a Conmebol.

O restante do torneio em 2020 foi exibido pelo SBT, assim como as edições de 2021 e 2022. Nos próximos quatro anos, a Globo retoma o direito de transmitir a competição em TV aberta.

Nesta quinta-feira, a Conmebol também divulgou o resultado da licitação para transmissão da Copa Sul-Americana pelos próximos quatro anos. A competição será exibida por SBT, ESPN e Paramount. A One Football comprou pacotes de melhores momentos de Libertadores e Sul-Americana.

Após a divulgação do resultado da licitação, a Globo emitiu a seguinte nota:

“A TV Globo recebeu a confirmação da Conmebol de que foi a emissora escolhida para exibir a Libertadores, em acordo válido por quatro anos, de 2023 a 2026, com exclusividade na TV aberta no Brasil. Para nós, é uma grande satisfação celebrar novamente esta parceria. Construímos uma relação de quase três décadas com a Conmebol, exibindo a Libertadores desde 1993, e acreditamos que ajudamos a consolidar o sucesso da competição no Brasil, através de um alcance único e de uma alta qualidade reconhecida pelo público, não apenas na transmissão mas também na cobertura da competição.”

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.858 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.