28.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 6:00 pm

Saiba consultar auxílio emergencial retroativo de R$ 3 mil pelo CPF

POR CONCURSOS NO BRASIL

Última atualização em 24/05/2022 19:30

O Governo Federal vai disponibilizar auxílio emergencial retroativo de R$ 3 mil para determinado grupo de beneficiários. Lembrando que o programa foi lançado em 2020, no início da pandemia, e os repasses gerais foram finalizados formalmente no ano de 2021. Saiba fazer a consulta pelo CPF e confira se tem direito ao retroativo.

Os repasses do auxílio emergencial aconteceram no auge da pandemia, quando o comércio ficou fechado e muitos cidadãos acabaram perderam os seus empregos. Dessa maneira, foram pagas cinco parcelas de R$ 600 e quatro de R$ 300 no primeiro ano. Em 2021, os valores dos depósitos variavam de acordo com a situação dos beneficiários.

Auxílio emergencial retroativo de até R$ 3 mil: quem tem direito?

De acordo com o Ministério da Cidadania, pais solteiros chefes de família podem acessar o auxílio emergencial de até R$ 3 mil. A solicitação deve ser realizada em razão da aprovação do Projeto de Lei (PL) 14.171/21.

O Congresso Nacional entendeu que houve desigualdade nos seis primeiros pagamentos do auxílio emergencial. No começo da pandemia, enquanto a população geral recebia parcelas de R$ 600, mães solteiras chefes de família recebiam o dobro (R$ 1.200).

Esse mesmo direito, entretanto, não foi estendido aos pais solteiros chefes de família. Dessa forma, para evitar futuros problemas judiciais, ficou decidido que o governo federal deveria fazer até cinco pagamentos de R$ 600 (totalizando R$ 3 mil) para o grupo de beneficiários. O valor varia segundo o caso do cidadão:

  • Pais solteiros que receberam cinco parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 3.000;
  • Pais solteiros que receberam quatro parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 2.400;
  • Pais solteiros que receberam três parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 1.800;
  • Pais solteiros que receberam duas parcelas de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 1.200;
  • Pais solteiros que receberam uma parcela de R$ 600 em 2020: pagamento de R$ 600.

Consulta do auxílio emergencial retroativo pelo CPF

O sistema para conferir se preenche os critérios do programa continua o mesmo usado em 2020. Assim, os interessados devem:

  1. Fazer uma consulta no site do Ministério da Economia;
  2. Em seguida, informe os dados pessoais, como CPF, nome completo, nome da mãe ou marcar caixa de “mãe desconhecida” e data de nascimento;
  3. Para finalizar, clique em “Enviar”.

Logo após carregamento da página, será possível conferir todas as informações sobre o auxílio, inclusive se está entre os que receberam a parcela extra ou não. É importante ressaltar que os novos pagamentos não consideram as parcelas de R$ 300 em 2020, nem a extensão realizada em 2021.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.