28.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 6:40 pm

“Teve justiça e a verdade prevaleceu”, diz mãe de Jonhliane após julgamento de Ícaro e Alan

Os advogados da família explicaram que a resposta dada na sentença está à altura do que era esperado

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 19/05/2022 19:14

Depois de dada a sentença pelo Tribunal do Júri a Ícaro Pinto e Alan Araújo – acusados de matar a jovem Jonhliane Paiva -, a mãe da vítima, Raimunda Paiva, disse que a justiça foi feita na noite desta quinta-feira (19), após três dias de julgamento.

“Traz um alento. Teve justiça. Sempre pensei que a verdade iria prevalecer. Estava ali o tempo todo orando, pedindo para que fosse feita a vontade de Deus e não a minha. A vontade dele foi feita”, disse em entrevista à reportagem do ContilNet.

SAIBA COMO OS RÉUS FORAM PENALIZADOS: Caso Jonhliane: Alan vai responder em liberdade e Ícaro recebe mais de 10 anos de prisão

“Eu não estava querendo atingir ninguém, mas procuraram. A vontade de Deus foi feita. Eu sempre ficava pensando se teria justiça ou não, mas como sirvo um Deus muito grande, o melhor foi feito”, acrescentou.

Os advogados da família explicaram que a resposta dada na sentença está à altura do que era esperado.

“Foi sim uma pena justa, levando em consideração os antecedentes dos acusados”, disse uma das juristas.

Confira na íntegra o que disse a mãe de Jonhliane: 

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.