28.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 6:14 pm

Após concurso, Petrobras entra na mira de estudos para privatização

Uma resolução do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos desta terça, 7, recomenda estudos para a privatização da Petrobras

POR G1

Última atualização em 07/06/2022 10:42

Recentemente, foi publicado o resultado final do concurso Petrobras 2022. No entanto, a possibilidade de privatização da estatal ganhou força nos últimos dias, mas não deve gerar mudanças nas convocações dos novos aprovados.

Nesta terça-feira, 7, foi publicada no Diário Oficial da União uma resolução do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), que permite o início de estudos sobre a privatização da Petrobras.

Caberá ao Conselho opinar favoravelmente e submeter à deliberação do presidente Jair Bolsonaro a qualificação, no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Petrobras, com objetivo de coordenar estudos e ações necessárias para a avaliação da desestatização da empresa.

A inclusão oficial da Petrobras no PPI, no entanto, só pode ser feita depois do decreto presidencial. Um comitê interministerial, formado pelos Ministérios da Economia e de Minas e Energia, se encarregará dos estudos, tanto sobre a desestatização da Petrobras como sobre a venda dos contratos da PPSA.

Segundo o secretário especial do PPI, Bruno Westin Leal, a recomendação não significa a inclusão da Petrobras no Plano Nacional de Desestatização (PND). Isso porque o processo depende de aprovação de Projeto de Lei (PL) ou de Medida Provisória (MP) pelo Congresso Nacional.

Desta forma, apenas os estudos devem ter início no momento. Com o calendário eleitoral, no entanto, o processo pode levar tempo até chegar ao Congresso, podendo ser avaliado apenas em 2023, conforme a gestão.

“Não temos nenhum prazo definido para o envio de projeto (sobre a Petrobras)”, declarou Westin, no último dia 2. “De forma objetiva, não há horizonte”, acrescentou o secretário, ao ser perguntado sobre prazos para a conclusão dos estudos e de uma eventual privatização.

Concurso Petrobras ofereceu mais de 4 mil vagas

Com seu resultado final publicado no dia 30 de maio, o concurso Petrobras 2022 chegou ao fim, após oferecer 4.537 vagas. Desse total, 757 foram imediatas e 3.780 para a formação de um cadastro de reserva.

A seleção teve vagas para diversas especialidades, com destaque para Engenharia de Petróleo (97 imediatas e 485 no cadastro reserva), Engenharia de Produção (101 imediatas e 505 no cadastro reserva) e Engenharia de Equipamentos – Mecânica (158 imediatas e 790 no cadastro reserva).

Houve ainda oportunidades nas áreas de Administração, Comércio e Suprimento, Transporte Marítimo, Engenharia de Software, Infraestrutura, Processos de Negócio, Ciência de Dados e Economia.

Além das áreas de Engenharia (Ambiental, Civil, Elétrica, Eletrônica, Inspeção, Terminas e Dutos, de Processamento, de Segurança de Processo e Naval), Geofísica (Física e Geologia) e Geologia.

Os aprovados serão contratados de acordo com o regime celetista e terão ganhos iniciais de R$6.937,43, com garantia de remuneração mínima de R$11.716,82.

Neste caso, a estatal oferecerá benefícios como previdência complementar (opcional) plano de saúde (médico, hospitalar, odontológico, psicológico e benefício farmácia) e garantias educacionais para dependentes, entre outras.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.