23.3 C
Rio Branco
16 junho 2022 8:09 pm

Após dois anos de pandemia, procissão de Corpus Christi leva milhares de católicos às ruas do centro de Rio Branco

Comemoração estava suspensa de forma presencial por causa da pandemia da covid-19 e volta a ser realizada depois de dois anos

POR KATIUSCIA MIRANDA, DO CONTILNET

Última atualização em 16/06/2022 20:07

Momento de fé, oração e principalmente de alegria pela presença de Deus, ao lado dos devotos. Esse é o sentimento de milhares de católicos que vivem o dia de Corpus Christi no Acre.

Aproximadamente 1,5 mil pessoas acompanharam a celebração na catedral Nossa Senhora de Nazaré, em Rio Branco, e mais de três mil participaram da procissão.

“É uma alegria muito grande neste momento, porque estamos aqui festejando a comunhão, a reunião, a comunidade reunida. Por meio da eucaristia, o próprio Deus se dá para todos nós e hoje Ele além de se dar, caminha pelas nossas vidas, pelas nossas cidades”, falou com entusiasmo o padre Manoel Monte de Jesus, que presidiu a celebração na ausência do bispo Dom Joaquim, que está neste momento em encontro dos bispos em Roma.

A procissão de Corpus Christi é a única da igreja católica que não leva imagens de santos. A missa é realizada antes para que seja consagrado o corpo e o sangue de Cristo e Ele próprio caminha nas ruas, em ostensório, junto com os devotos.

Ao longo do trajeto, oito paradas para orações e cânticos em altares considerados tradicionais renovaram a fé cristã.

O primeiro foi na casa de dona Deise, ministra da eucaristia, o segundo altar foi ofertado pela família Moraes, o terceiro pelo grupo da Economia Solidária coordenado por dona Graça, o quarto altar se localizou na loja Maré do Povo, em seguida a procissão foi até a casa da família Melo, depois no grupo de oração Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em seguida na Casa Natal e por último na Assembleia Legislativa.

O funcionário público Jorge Moraes e sua família arrumaram com todo carinho um altar para receber o Santíssimo Sacramento. “É uma tradição na nossa família, meus pais fizeram, nós estamos dando continuidade ao lado de filhos e netos”, disse após receber a benção do Santíssimo em frente a sua residência.

As paradas da procissão são feitas a partir da iniciativa é voluntariado dos fiéis, que se responsabilizam por organizar um altar para receber o Santíssimo.

Foi a primeira vez para Maria das Graças Lustosa Brasil, dona Graça da Economia Solidária. “É a primeira vez de muitas, se Deus quiser. Tenho chorado muito de emoção por receber essa benção. Aqui no grupo da Economia Solidária são poucos católicos, mas estou aqui firme, com quem desejar também a continuar essa tradição”, comentou emocionais após a passagem da procissão.

A procissão de Corpus Christi, segundo os organizadores, não se tem muitos registros de pagamento da promessas, mas deixaram claro que esse é um desejo individual e que as pessoas podem se manifestar.

A procissão percorreu as ruas com tranquilidade e encerrou na catedral, com a benção dos fiéis.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.014 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.