20.3 C
Rio Branco
27 junho 2022 12:03 am

Concurso INSS terá banca definida em 60 dias, diz ministério

O concurso INSS está autorizado e, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, terá sua banca definida até agosto deste ano. Confira!

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 14/06/2022 09:56

Autorizado na última segunda-feira, 13, o concurso INSS 2022 já tem data prevista para o anúncio da sua banca organizadora. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), a empresa será escolhida daqui a 60 dias.

Desta forma, tudo indica que a banca organizadora será anunciada até agosto. Vale lembrar que o cronograma do projeto básico deste concurso é um pouco mais célere. Conforme o documento, esse processo pode ser concluído em 23 dias.

Confira abaixo o cronograma sugerido pelo INSS no projeto básico:

  • Definição das vagas do concurso INSS – três dias;
  • Elaboração do projeto básico – oito dias;
  • Envio do projeto básico às bancas organizadoras – um dia;
  • Recebimento das propostas das bancas – cinco dias;
  • Escolha da banca – um dia;
  • Elaboração do contrato – seis dias;
  • Assinatura do contrato – dez dias;
  • Elaboração do edital – cinco dias; e
  • Publicação do edital – quatro meses antes da data da prova.

Ou seja, entre os dias de julho e agosto, o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social já poderá contar com sua banca organizadora, ajudando assim no processo de estudo dos futuros candidatos.

Apesar de revelar a previsão para a escolha da banca, o MTP não deu mais detalhes sobre o concurso. Vale lembrar que o edital deve ser publicado até dezembro deste ano, como prevê a portaria autorizativa.

Pelo projeto básico do edital, as provas deverão ocorrer quatro meses após a publicação do edital. Esse prazo, no entanto, ainda pode ser reduzido para dois meses, como ocorreu com a Receita Federal, que também teve sua seleção autorizada.

Concurso INSS terá mil vagas para técnicos, de nível médio

Na última segunda, 13, o Instituto Nacional do Seguro Social recebeu autorização do Ministério da Economia para a realização do seu concurso INSS 2022, com oferta de mil vagas para o cargo de técnico do seguro social.

Nos últimos meses, categoria e órgãos têm conversado sobre a possibilidade de mudança na escolaridade do cargo de técnico. No entanto, tal alteração não está prevista no próximo edital.

Durante o anúncio da autorização do concurso, o Ministério do Trabalho e Previdência afirmou que o cargo de técnico “é de nível médio e oferece salário de, aproximadamente, R$6,5 mil”.

Os aprovados serão convocados, de acordo com a classificação, para trabalhar nas agências da Previdência Social espalhadas pelo país. Desta forma, o concurso tende a ser regionalizado, como os últimos realizados pela autarquia.

INSS poderá contratar até 1.250 aprovados

As mil vagas autorizadas para o INSS constam em um pedido feito em maio deste ano, que reduziu o quantitativo até então solicitado.

Na ocasião, a Diretoria de Gestão de Pessoas do INSS expôs que, diante do cenário restritivo de contenção de despesas públicas e da necessidade de recomposição da força de trabalho do Instituto, a proposta visava alterar o quantitativo de vagas.

A solicitação em questão passou de 6.004 para as atuais mil vagas de técnico do seguro social. Além disso, as demais oportunidades (1.571 de analista do seguro social, de nível superior) foram transferidas para um próximo aval, a ser analisado no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023.

“Levando em consideração todas as restrições que passamos por conta da pandemia e a consequente crise econômica no mundo, foi o número que conseguimos. Isso já demonstra a preocupação com uma autarquia tão importante como é o INSS”, disse o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira.

Apesar da redução no número de vagas, o déficit de pessoal no INSS pode levar a mais convocações, ao longo do prazo de validade da seleção. Isso porque, por Leo, o Instituto ainda poderá convocar mais 250 aprovados além das mil autorizadas.

Para ampliar o quantitativo, no entanto, será preciso solicitar uma autorização ao Ministério da Economia, como prevê o Decreto 9.739 de 2019 , que traz as regras para os concursos públicos do Executivo Federal.

Além disso, o governo também poderá convocar mais aprovados em caso de despacho presidencial. No último concurso INSS, realizado em 2015, apenas os aprovados nas vagas imediatas foram convocados.

No entanto, na seleção de 2011, que contou com 1.875 vagas, foram convocados 5.020 candidatos de um total de 6.881 aprovados, o equivalente a 133% além da oferta prevista no edital.

Vale lembrar que, atualmente, o déficit de pessoal no INSS é de quase 24 mil cargos vagos, sendo 20.608 somente na carreira de técnico do seguro social.

Essa defasagem de pessoal vem fazendo que com que a autarquia tenha uma fila de mais de 1,3 milhão de benefícios para serem analisados e concedidos.

Saiba como foi o último concurso INSS

Para quem deseja iniciar a preparação, o último edital do INSS pode ser usado como base. Realizado em 2015, o concurso contou com 950 vagas para técnicos e analistas.

A seleção teve a organização do Cebraspe. Os candidatos ao cargo de técnico foram submetidos a uma prova objetiva, contendo 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 sobre Conhecimentos Específicos. As disciplinas foram:

Conhecimentos Básicos – 50 questões

  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática.

Conhecimentos Específicos – 70 questões

  • Seguridade Social, incluindo Direito Previdenciário.

Foi considerado aprovado quem conseguiu, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Básicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 no conjunto das provas.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.