18.3 C
Rio Branco
2 julho 2022 2:54 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Cunhado de Dom explica como foi informado sobre corpos; PF faz buscas no rio

Paul Sherwood, cunhado de Dom Phillips, confirmou em rede social que a informação sobre a descoberta de corpos no AM foi repassada por Roberto Doring, representante da embaixada brasileira no Reino Unido. A PF nega que os corpos foram achados

POR G1

As buscas pelo indigenista Bruno Araújo Pereira e pelo jornalista inglês Dom Phillips continuam nesta terça-feira (14). Os dois desapareceram no último domingo (5), quando navegavam pela Terra Indígena Vale Javari, no Amazonas.

Além dos esforços concentrados na região, as buscas continuam em outras áreas do Rio Itaquaí e as investigações seguem sendo realizadas de forma técnica, segundo a Polícia Federal (PF).

reserva onde eles desapareceram é palco de conflitos relacionados ao tráfico de drogas, roubo de madeira e garimpo ilegal.

Polêmica sobre localização de corpos

Na segunda-feira (13), Paul Sherwood, cunhado de Dom Phillips, informou que dois corpos haviam sido encontrados e que a informação foi repassada à família por um representante da embaixada brasileira no Reino Unido.

Mas a PF e associação indígena que denunciou os desaparecimentos negaram a informação de que os corpos dos dois foram localizados.

Nesta terça, Paul Sherwood recontou em post no Twitter que aconteceu. Ele confirmou que a notícia sobre a descoberta de corpos na Amazônia foi repassada por Roberto Doring, representante da embaixada brasileira no Reino Unido. Veja o post abaixo, que contou com apoio de irmãos, irmãs e sobrinhos do jornalista desaparecido.

A procura pelos dois teve início no próprio domingo por integrantes da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja). Como não conseguiram localizá-los, alertaram as autoridades sobre o sumiço na segunda-feira.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.