18.3 C
Rio Branco
2 julho 2022 2:29 am

Juiz pede apreensão de celular usado por Ícaro Pinto dentro de presídio

O aparelho foi enviado à Polícia Civil para ser alvo de perícia técnica

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 08/06/2022 09:04

A determinação judicial que autoriza o uso de telefone pelo apenado Ícaro José da Silva Pinto, acusado de matar a jovem Jonhliane Paiva, foi suspensa pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Álesson Brás.

O jovem ganhou permissão para usar o aparelho no sentido de usá-lo para participação em estágio supervisionado do curso superior em que ele está matriculado.

O magistrado recebeu a informação, por meio de uma denúncia protocolada no Ministério Público do Acre (MPAC), de que o celular estava sendo usado para outras finalidades, como “conversas e anexação de prints e fotografias”.

Ao ter acesso à denúncia, Braz pediu que o Batalhão de Operações Especiais (Bope) apreendesse o celular por conta da desobediência.

O aparelho foi enviado à Polícia Civil para ser alvo de perícia técnica.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.100 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.