28.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 6:27 pm

Messi se tornou o 3° maior artilheiro por seleções na história

Com os 5 gols marcados contra a Estônia, Lionel Messi ultrapassou Puskás e se tornou o 3° maior artilheiro da história por seleções

POR METRÓPOLES

Última atualização em 06/06/2022 11:00

Em mais uma partida extraterrestre de Lionel Messi, a Argentina goleou a Estônia por 5 x 0 com todos os gols marcados pelo camisa 10 igualando as marcas de Juan Andrés Marvezzi, em 1941, e José Manuel Moreno, em 1942.

Por ter balançado as redes adversárias cinco vezes, o argentino chegou a 86 gols marcados pela seleção e ultrapassou Ferenc Puskás, que ficou para trás com 84 gols. Vale lembrar que o Premio Puskás, que premia o jogador que marca o gol mais bonito do ano, é uma homenagem ao histórico húngaro que faleceu em 2006.

Para alcançar a marca de 86 gols, Messi precisou entrar em campo em 162 oportunidades. Já Puskás tem a incrível marca de 84 gols em 85 jogos.

Vestindo a camisa da seleção, foi a primeira vez que La Pulga marcou 5 gols em uma única partida, feito alcançado em 2012 quando atingiu o feito contra o Bayer Leverkusen pela Champions League.

Artilheiros históricos por seleção

Na artilharia histórica, Lionel Messi está atrás apenas de Cristiano Ronaldo, que tem 117 gols em 187 jogos, e Ali Daei, com 109 gols em 149 partidas.

1° Cristiano Ronaldo (Portugal) – 117 gols

2° Ali Daei (Irã) – 109 gols

3° Messi (Argentina) – 86 gols

4° Ferenc Puskás (Hungria) – 84 gols

5° Ali Mabkhout (Emirados Árabes) – 80 gols

6° Sunil Chhetri (Índia) – 80 gols

7° Hussein Saeed (Iraque) – 78 gols

8° Pelé (Brasil) – 77 gols

9° Kunishigue Kamamoto (Japão) – 75 gols

10° Robert Lewandowski (Polônia) – 75 gols

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.