20.3 C
Rio Branco
29 junho 2022 1:29 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

PF diz ainda ter esperança de encontrar indigenista e jornalista no AM

Equipes encerraram as buscas do dia às 18h desta segunda-feira (13/6), sem novidades sobre o andamento do caso

POR METRÓPOLES

A Polícia Federal (PF), em nota publicada na noite desta segunda-feira (13/6), reiterou as esperanças de encontrar o indigenista Bruno Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips, sumidos no Vale do Javari, no Amazonas, desde 5 de junho.

O trabalho de buscas dos desaparecidos foi feito até as 18h nesta segunda, sem novas descobertas. Os materiais encontrados previamente, como o orgânico aparentemente humano e as amostras de sangue, continuam em perícia. A corporação afirmou que os resultados devem sair em algum momento desta semana, mas não definiu dia.

“Além dos esforços concentrados no referido local, as buscas continuaram em outras áreas do Rio Itaquaí, e as investigações continuam sendo realizadas de forma técnica, sem que esforços materiais e humanos sejam poupados para a completa elucidação dos fatos”, registrou a PF na nota.

Um desencontro de informações marcou o oitavo dia de buscas. Nesta segunda-feira, o suposto resgate dos corpos de Dom e Bruno desencadeou uma série de reações.

A Embaixada do Brasil no Reino Unido informou aos parentes de Dom que corpos teriam sido encontrados. A Polícia Federal nega. A família de Bruno cobrou apuração do caso. No domingo (12/6), uma mochila com objetos pessoais dos desaparecidos foi encontrada em área inundada.

Veja a íntegra da nota mais recente da PF:

Manaus/AM – O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/AM, informa que as buscas do Sr. Bruno Pereira e do Sr. Dom Phillips foram realizadas até as 18hs (horário de Brasília) de hoje, mas nada foi encontrado.

Além dos esforços concentrados no referido local, as buscas continuaram em outras áreas do Rio Itaquaí e as investigações continuam sendo realizadas de forma técnica, sem que esforços materiais e humanos sejam poupados para a completa elucidação dos fatos.

Quanto ao material orgânico aparentemente humano e as amostras de sangue anteriormente coletados, informa-se que a perícia está sendo realizada e o resultado deverá sair no decorrer dessa semana.

Os órgãos federais e estaduais reforçam que não há nada mais importante do que a busca pelos senhores Bruno Pereira e Dom Phillips e reiteram a esperança de encontrá-los.

Funai se pronuncia

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto Xavier da Silva, rebateu críticas sobre a atuação do órgão no caso.

Silva listou uma série de medidas que o órgão estaria realizando, de entrega de cestas básicas na região a investimentos em ações de proteção a indígenas isolados, e afirmou que a Funai tem “trabalhado intensamente nas buscas” aos desaparecidos. Essa é a primeira declaração pública dele sobre o caso.

“A fundação apoia as buscas de forma incessante desde que foi informada do desaparecimento, sendo que quatro embarcações são empregadas nos trabalhos, com o envolvimento de 14 servidores. Os pertences das vítimas foram encontrados com auxilio dos servidores da Funai em campo”, afirmou.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.