22.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 7:31 pm

Quatro são condenados a mais de 100 anos de prisão por matar jovem na frente da namorada em ramal

Na sentença proferida nesta terça, o juiz retirou dos quatro o direito de recorrerem em liberdade

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 22/06/2022 11:35

Ivan de Souza Silva, o Asfarc, Davi Rodrigues de Souza, o Juramento, Jhonatan Gomes dos Santos, o Gordinho, e Karoline Guimarães, a Zulema, foram condenados a penas que juntas ultrapassam 110 anos de prisão em regime fechado. Eles respondem pela execução do jovem Maikon Alencar de Souza, de 28 anos, morto na frente da namorada, com 17 tiros no rosto e região do tórax, no dia 24 de maio de 2020, no Ramal Bom Futuro, Vila Acre, segundo Distrito de Rio Branco.

O quarteto foi julgado em sessão nesta terça-feira (21), no plenário da 1ª Vara do Tribunal do Júri pelos crimes de homicídio qualificado, roubo e corrupção de menor, já que, segundo a denúncia do Ministério Público, havia um adolescente com eles.

Consta na denúncia do Ministério Público do Acre que o grupo rendeu o jovem Maikon Alencar e a namorada transitavam pelo Ramal Bom Futuro quando foram abordados pelos criminosos, que, afirma o MP, são integrantes do Comando Vermelho.

No local, Maikon foi agredido e humilhado durante “julgamento” feito pelo “Tribunal do Crime”. Os criminosos queriam que ele confessasse ser integrante das facções rivais, B13 e PCC. Mesmo negando, a vítima foi executada na frente da namorada com 17 tiros. O bando ainda gravou um vídeo que mostra o exato momento do crime. Logo em seguida, roubaram o celular e outros pertencentes da namorada e a liberaram.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.