30.3 C
Rio Branco
29 junho 2022 4:30 pm

Se exercitar antes ou depois da vacina da gripe pode melhorar eficácia

Pesquisa mostra que indivíduos fisicamente ativos têm resposta melhor se fizerem atividade de força próxima ao momento da injeção

POR METRÓPOLES

Última atualização em 20/06/2022 15:27

Apesar de ser difícil se exercitar após tomar uma vacina, pesquisadores da Universidade de Sydney, na Austrália, descobriram que talvez valha a pena se esforçar. Segundo os cientistas, pessoas que fizeram alguma atividade antes ou depois de tomar o imunizante contra a gripe tiveram melhores resultados de eficácia da fórmula.

Foram acompanhados 550 pacientes adultos, e 382 deles se exercitaram por 15 a 50 minutos antes ou depois de tomar a vacina. O restante dos participantes ficou sem fazer nada pelo mesmo tempo. Os cientistas colheram amostras de sangue de quatro a seis semanas depois da injeção para verificar os níveis de anticorpos.

Entre o voluntários, 61% já era ativo fisicamente e continuou fazendo pelo menos 2,5 horas de atividade moderada por semana no período do estudo. Essas pessoas tiveram melhor resposta imune do que os sedentários, e registraram um resultado ainda melhor se fizeram o exercício logo antes ou após a vacina.

Os participantes que fizeram exercícios de força nos membros superiores tiveram resultados melhores do que os indivíduos que escolheram outro tipo de atividade física, sugerindo que a situação do músculo que recebe o imunizante faz diferença na resposta imunológica.

“Acreditamos que o dano que o músculo sofre durante o exercício ativa sinais de perigo que estimulam algumas células imunes e promovem a resposta do organismo“, afirma a pesquisadora Erika Bohn-Goldbaum, a principal autora do estudo, em entrevista ao site New Scientist.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.092 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.