30.3 C
Rio Branco
7 julho 2022 10:52 am

Urgente: Escola de Rio Branco recebe ameaça de massacre pela internet e libera alunos

Nesta quinta-feira (2), a mesma escola lançou nota informando sobre um assalto ocorrido dentro da quadra, antes do início das aulas

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 03/06/2022 15:21

Pais de alunos entraram em contato com a reportagem de ContilNet para informar que receberam um comunicado por meio de um grupo da Escola Estadual Jornalista Armando Nogueira sobre uma ameaça de massacre que aconteceria nesta sexta-feira (3).

“Senhores, Estamos liberando os alunos neste momento, devido a uma ameaça ocorrida na escola. A saber, foi colocado numa rede de Wi-Fi que haveria um massacre hoje na escola. A polícia foi acionada e se faz presente na escola, acompanhando. Porém, prezando pela segurança dos estudantes estamos liberando para casa”.

Nesta quinta-feira (2), a mesma escola lançou nota informando sobre um assalto ocorrido dentro da quadra, antes do início das aulas. A unidade educacional finaliza dizendo que “o pedido por segurança já vem sendo feito há muito tempo” à Secretaria Estadual de Educação (SEE).

Em nota, a SEE esclarece que foi informada pela equipe gestora da Escola sobre o ocorrido, apoia a decisão de dispensar os estudantes por medida de precaução e seguirá acompanhando, bem como dando o suporte necessário. Disse também que em breve informará sobre as medidas de segurança estabelecidas para atender o pedido da referida instituição de ensino.

Confira o comunicado da escola sobre o assalto ocorrido nesta quinta-feira (2):

Atenção
A Escola Jornalista Armando Nogueira vem esclarecer aos pais, responsáveis e a toda comunidade escolar sobre o fato ocorrido hoje pela manhã na quadra, antes do horário de aula.
Alguns alunos aguardavam o horário de início das aulas na quadra, quando perceberam a presença de um rapaz, que se aproximou e perguntou onde eles moravam. Os alunos responderam e viram que havia algo sob a roupa dele, dando a entender que seria uma arma. Ele levou o celular de um dos alunos e pulou o muro em direção à comunidade.
A polícia foi acionada e iniciou os procedimentos. Foi solicitado à mãe que fizesse um boletim de ocorrência.
Infelizmente a escola não conta com segurança ou vigia, coisa que já estamos solicitando há dois anos.
A Escola Jornalista Armando Nogueira se solidariza com a família dos estudantes e esclarece que o pedido por segurança já vem sendo feito há muito tempo e se coloca a disposição para eventuais esclarecimentos.
Equipe Gestora

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.