21.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 12:02 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Ao acusar Blog do Ton de propagar fake news, Mara Rocha usa estratégia batida

POR TON LINDOSO, PARA CONTILNET

Última atualização em 11/07/2022 15:12

A equipe da pré-candidata ao Governo Mara Rocha (MDB-AC) tratou de espalhar imagens desta coluna, edição de sexta-feira (8), com tarja vermelha de fake news. Isso porque disse uma informação que aliás repercute em diversos sites nacionais, a de que seu partido pode ir com Lula. Como um dos maiores incentivadores dessa pré-candidatura, fiquei surpreso.

Ora, deputada, vamos por partes. Primeiro de tudo: porque o questionamento apenas à coluna e não a fonte? Essa informação foi dada e creditada pelo Ricardo Noblat, um dos maiores jornalistas de política do país. Questione ele também. Segundo: não fique brava comigo. Se resolva com seu partido.

Caso isso não tenha partido da senhora, e seja uma pseudoestratégia de alguém da sua equipe, reúna-os e peça inteligência da parte deles. Porque se as previsões se concretizarem e seu partido vier a compor com Lula, vai ficar feio. E não vai ser para este colunista.

Por último, essa é uma das pré-candidaturas mais competitivas desta safra, tenho defendido isso aqui desde o início de sua trajetória rumo ao Governo do Acre. Mas esse subterfúgio de acusar qualquer informação que não atenda seu interesse de ser uma fake news já não funciona mais. As pessoas sabem pesquisar, deputada.

Todo mundo aqui sabe que, se dependesse da deputada, ela marcharia junto de Bolsonaro. Mas ela está em um partido que tem pulso e apoiará Simone Tebet. E se seu presidente, o deputado Flaviano Melo (MDB-AC) decidir qualquer outra coisa junto à nacional, inclusive estar com Lula, nada a nobre deputada pode fazer, a não ser acatar a decisão que vem de cima. E isso não a diminui como política. Não resumo Mara a isso. Afinal, ela tem décadas de estrada e essas eleições são apenas uma empreitada. Que pode dar certo ou não.

Costelão

A 12ª edição do Costelão de Acrelândia rendeu. No evento, Petecão e Mara teriam selado uma aliança de apoio num eventual segundo turno.

Gabriel Santos

Gabriel Santos (PSB-AC) encontrou Mailza no evento, tirou foto e comentou sobre: “Ela é simpática”.

Moisés Diniz

Após os intensos acontecimentos políticos do Acre que levaram a colocar os nomes de Jorge Viana e Marcus Alexandre no epicentro de uma virtual pré-candidatura ao Governo do Acre, Moisés Diniz ameaçou jogar histórias no ventilador. Moisés era componente desse bloco, então deve saber de histórias, sim.

1 minuto e 30 segundos

É o tempo de TV que Rodrigo Garcia ganha, em sua tentativa de reeleição ao Governo de SP, com o apoio do União Brasil.

União Brasil

O poderoso partido, que no Acre é comandado por Marcio Bittar, é ultra disputado nos estados. Principalmente pela leveza. Ali existem líderes políticos das mais variadas formas.

Agro

Após Mailza ganhar apoio de muitas das principais igrejas do Acre em sua pré-candidatura ao Senado e anunciar nas redes, Alan Rick se mexeu. Anunciou o apoio do Agro.

Jenilson Leite

Com essa história de o Partido dos Trabalhadores não considerar Jenilson Leite para uma aliança, o pré-candidato ao Governo fica isolado? Errado. De vez em quando, fico sabendo de gente querendo aliança com o deputado. Ele é disputado.

Importante

Com crescimento orgânico nas pesquisas, Jenilson seria importante em qualquer composição que busca as majoritárias. Mas eu não vou ensinar o PT a fazer política. Longe de mim.

Espatifado

“Se, em 2018, Marcus Alexandre disputasse o Senado e Jorge Viana o Governo, o espatifado poderia ser evitado”. É o que ouvi de um líder do PT acreano.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.