27.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 3:21 pm

Cadeirante sofre a terceira tentativa de homicídio e dessa vez acabou morto no interior do Acre

POR ITHAMAR SOUZA

Última atualização em 30/07/2022 13:17

O cadeirante e monitorado por tornozeleira eletrônica Kederson Souza de Araújo, de 33 anos, foi executado com oito tiros na noite desta sexta-feira (29), na rua Generalíssimo Deodoro, no bairro Eldorado, no município de Brasileia, no interior do Acre.

Segunda informações da polícia, Kederson estava caminhando em via pública quando acabou surpreendido por dois bandidos que estavam em uma motocicleta de cor vermelha, que de posse de uma arma de fogo, realizou várias disparos, sendo que oito tiros acertaram, um no abdômen, cinco tiros no peito, dois no braço e um no coxa. Após a ação, a dupla fugiu do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e enviou um ambulância de suporte avançado, para dar os primeiros atendimentos a Kederson, em seguida, os socorristas conseguiram levar o homem até o Hospital Raimundo Chaar, onde a vítima deu entrada em estado de saúde gravíssimo e minutos depois de dar entrada no setor de emergência acabou morrendo.

O corpo do cadeirante foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Rio Branco, para serem feitos os exames cadavéricos.

Policiais Militares do 5° Batalhão colheram as informações para tentar procurar pelo autor do crime na região, mas ninguém foi encontrado até o momento.

A motivação do crime está ligada a guerra entre facções criminosas. O caso será investigado por agentes da Delegacia de Polícia Civil de Brasiléia.

Ainda segundo a polícia, Kederson há alguns meses havia sido ferido por disparos de fogo, inclusive foi um dos tiros que fez o homem precisar usar cadeira de rodas.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.