34.3 C
Rio Branco
8 agosto 2022 5:52 pm

Casos de doenças diarreicas aumentam no Acre e preocupa tanto quanto doenças respiratórias

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 19/07/2022 09:59

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) divulgou nesta terça-feira (19), um boletim epidemiológico que alerta para o aumento nos casos de doenças diarreicas agudas nos municípios acreanos

De acordo com o monitoramento da semana 27, que tem como base a última semana, as notificações  aumentaram 32,6%, comparando-se ao mesmo período de 2021.

Na semana 26, o estado chegou a ultrapassar a série histórica dos últimos dez anos.

De acordo com as informações da Sesacre, os municípios da regional do Juruá, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Tarauacá e os municípios da regional do Alto Acre, Assis Brasil e Brasileia, assim como os do Baixo Acre, Acrelândia e Sena Madureira apresentam notificações acima do limite superior.

O monitoramento das doenças diarreicas agudas é realizado diariamente com os municípios e compartilhado em grupo de trabalho.

“Além dos alertas para municípios que estão com notificações acima do limite superior, também alertamos os municípios que estão com baixa notificação, como é o caso de Bujari (2 notificações) e Porto Acre (1 notificação) na SE 27. O alerta é para verificar se o número condiz com a realidade dos municípios ou se estamos tendo subnotificação”, explicou a responsável pelo Núcleo de Doenças de Veiculação Hídrica, Débora dos Santos.

No dia 13 de junho foi ativada a Sala de Situação das Doenças Diarreicas Agudas junto com as Síndromes Respiratórias Agudas Graves, para monitoramento e envio dessas informações para toda  a equipe de saúde e à população em geral. Ao sentir os sintomas, a população deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência para ser referenciado.

Quais são os sinais e sintomas das doenças diarreicas agudas?

Ocorrência de no mínimo três episódios de diarreia aguda no período de 24hrs (diminuição da consistência das fezes – fezes líquidas ou amolecidas – e aumento do número de evacuações) podendo ser acompanhados de:

Cólicas abdominais.
Dor abdominal.
Febre.
Sangue ou muco nas fezes.
Náusea.
Vômitos.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.