29.4 C
Rio Branco
14 agosto 2022 9:50 pm

Depois do soro de leite, chegou a vez do ‘quase queijo’ nas gôndolas dos supermercados

Após os clientes darem de cara com soro do leite nas gôndolas dos supermercados, agora está sendo vendida a mistura alimentícia com queijo ralado

POR EXTRA, GLOBO

Última atualização em 15/07/2022 14:33

Após os clientes darem de cara com soro do leite nas gôndolas dos supermercados, agora está sendo vendida a mistura alimentícia com queijo ralado, que ganhou destaque no Twitter. A embalagem de 50 gramas do produto, da marca paranaense Seleti, é comercializada por R$ 1,65. Mas o que para internautas parece motivo de espanto tem sido utilizado pela indústria alimentícia: a forma de aproveitar os subprodutos de alimentos, como o leite utilizado na fabricação do queijo, por exemplo.

Lorena Coimbra, mestre em Ciências e Tecnologia de Alimentos pela IFRJ, engenheira de alimentos formada pela UFRRJ, e diretora e fundadora da Foodtech Consultoria, explica que o soro de leite nada mais é que um subproduto das produções de queijo, que antes era descartado.

— Quando se faz a massa de proteína e gordura, que dá origem aos queijos, há uma sobra do soro de leite que é riquíssimo em proteínas. Elas sempre foram utilizadas em bebidas lácteas. No Toddynho, por exemplo, a base é soro de leite. Outros alimentos também podem levar a mistura para dar viscosidade, aumento de massa e também um ganho proteico. Então, não é um produto ruim, o consumidor pode comprar sem susto — diz Lorena.

Ela avalia que com a alta da inflação a indústria precisa repensar a forma de ofertar os produtos como meio de minimizar os impactos no bolso do consumidor, como as bebidas lácteas, a diminuição das embalagens e a reformulação de alguns produtos. Dados de inflação divulgados pelo IBGE mostram que o preço do leite disparou 41,8% de janeiro a junho deste ano.

— A mistura alimentícia com queijo ralado leva o soro do leite na produção do parmesão. Por isso, e seguindo as normas da Anvisa, o produtor informa que se trata de uma mistura e não de queijo parmesão ralado — explica a especialista.

Segundo ela, a medida foi tomada para diminuir os custos e continuar ofertando o produto, principalmente para as classes C e D. Além do soro de leite, o leite condensado já tem sido substituído por “mistura láctea condensada com soro de leite e amido” em algumas categorias de preço, finaliza Lorena.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.