23.3 C
Rio Branco
19 agosto 2022 4:02 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Deputados querem aproveitar recesso na Aleac para intensificar pré-campanha

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Recesso

A Aleac entra em recesso a partir desta quinta (14) e só volta agora no dia 2 de agosto. O recesso parlamentar do meio do ano faz parte do calendário da Casa legislativa estadual, assim como o recesso do início do ano.

Mão na roda

O recesso vai ser uma ‘mão na roda’ para os deputados que estão buscando a reeleição ou almejam outro cargo, pois ficarão livres para cair em campo em pré-campanha. É o momento de afunilar as conversas e garantir apoios importantes.

LDO

Na última sessão da Casa antes do recesso, realizada hoje, os deputados aprovaram, por unanimidade, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2023. O valor do orçamento será de quase R$ 8,4 bi no ano que vem.

Judiciário

Está prevista na LDO o aumento de percentual de repasse ao Poder Judiciário, que aumentou de 8% para 9,75%. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) teve um aumento de 1,9% para 2,3%, o Ministério Público passou de 4% para 5% e a Defensoria Pública do Estado (DPE) alcançou 1,5%. Do poderes, apenas o percentual da Assembleia Legislativa não sofreu reajuste, permanecendo em 5,3%.

Start

O pré-candidato a deputado estadual pelo PSD, o advogado Eduardo Ribeiro deu o start na sua caminhada rumo à Aleac. Ribeiro publicou um vídeo nas redes sociais na última terça (12) informando, de forma oficial, que é pré-candidato. É um dos nomes mais fortes do PSD na busca por uma cadeira na Aleac.

Enfermagem

Foi aprovado ontem na Câmara dos Deputados, em primeiro turno, a PEC do piso salarial da enfermagem, Projeto de Lei que garante remuneração mínima de R$ 4.750 para os profissionais. Apesar da quebra de interstício por parte da Câmara, que é quando fica permitida a realização do segundo turno de votação da PEC sem que se cumpra o prazo regimental de cinco sessões, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) não definiu quando a votação entrará em pauta. Ainda assim, uma vitória para a categoria.

PP + PT

Uma aliança improvável entre o Progressistas e o PT começa a tomar forma. Mas calma, não é no Acre, e sim no Mato Grosso. O Progressista é um dos partidos mais fiéis ao presidente Bolsonaro (PL) em nível nacional, por isso, de certa forma, a aliança espanta. É que lá no Mato Grosso, o deputado federal pelo PP, Neri Geller, que é pré-candidato ao Senado, está costurando uma coligação com a federação entre PT, PCdoB e PV. O partido de Geller o liberou para que construísse a aliança que lhe fosse mais conveniente, sem distinção de cor partidária.

Pacheco e Lula

Ocorreu nesta quarta-feira (13) o primeiro encontro entre o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o pré-candidato do PT à Presidência da República, Lula. A reunião aconteceu em Brasília, onde o petista cumpre agenda, e contou com a presença do ex-governador de São Paulo e pré-candidato a vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB). O ex-presidente busca o apoio formal de Pacheco à sua candidatura ainda no 1º turno, já que em Minas, reduto do senador, Lula vai apoiar o ex-prefeito de BH, Alexandre Kalil, correligionário de Pacheco, para o Governo do Estado.

Engenheiro Florestal

Ontem, dia 12 de julho, foi celebrado o Dia do Engenheiro Florestal. Categoria de extrema importância na Amazônia, esse profissional é responsável por garantir a exploração adequada e sustentável das florestas. O ex-governador Jorge Viana (PT), que é engenheiro florestal, fez uma homenagem aos profissionais nas redes sociais.

Dianteira

Primeiro partido a anunciar a composição das chapas majoritária e proporcional, o PSD segue na dianteira e também será a primeira sigla a fazer sua convenção. Marcada para o dia 23 de julho, às 17 horas, no Sesc Bosque, em Rio Branco, a convenção vai oficializar Sérgio Petecão (PSD) como pré-candidato ao Governo, João Tota Filho (PSD) como vice, e a deputada federal Vanda Milani (Pros), como pré-candidata ao Senado. A coligação será composta pelos partidos PSD, PROS, Avante e PTB.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.