33.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 11:15 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Dono de casa em formato de avião está construindo réplica de helicóptero no quintal de casa

Seu Geraldo, que ficou conhecido por construir parte de um avião acoplada em casa, está terminando a terceira aeronave no quintal de casa: "Ainda faltam as telas"

POR G1

Depois de construir uma casa em formato de avião, fazer a réplica de um Phenom 100 e receber da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) o certificado de proprietário do aeroplano executivo fabricada pela empresa, Geraldo Araújo, aos 68 anos, está na fase final de sua mais nova aeronave: um helicóptero.

Em seu sítio na zona rural de Porto Velho, ele exibe as aeronaves e recebe as pessoas que vão lá para conhecê-lo e também para tirar fotos das réplicas.

Geraldo ficou conhecido em 2017 após imagens de sua casa-avião ganharem a internet. À época, ele contou ao g1 que havia se mudado para a zona rural com o intuito de se isolar. Mas acabou atraindo curiosos e admiradores após construir, na parte da frente de sua casa, um avião. Os materiais usados: tijolos, cimento, brita, areia, entre outros.

Agora, Seu Geraldo está na fase final de seu helicóptero. O objetivo, conta ele, é continuar na construção de seu “hangar” particular.

“Ainda não terminei o helicóptero. Estou trabalhando nas telas e quero transformar ele em um simulador de voos. Mas quando o pessoal vem aqui, querem mesmo é tirar fotos. As crianças são as que mais gostam dele”. 

Casa-avião em Rondônia — Foto: Jheniffer Núbia
Casa-avião em Rondônia — Foto: Jheniffer Núbia

Sempre sonhando alto, o plano carreira de seu Geraldo está na construção de uma aeronave completa onde será sua nova casa.

“Eu comprei com meu dinheirinho quatro terrenos que ficam um do lado do outro. Lá é mais próximo da cidade. Vou construir uma aeronave completa lá. Vou receber as pessoas que entrarão na minha casa para tirar fotos”. 

Dono de casa-avião termina simulador de voos durante a pandemia do novo coronavírus — Foto: Facebook/divulgação
Dono de casa-avião termina simulador de voos durante a pandemia do novo coronavírus — Foto: Facebook/divulgação

Mais que ‘passageiros’, convidados de honra

Ao g1, Geraldo conta que após repercussão da reportagem em 2017 (quando o Brasil conheceu a casa-avião), sempre recebe várias visitas em sua propriedade, localizada na zona rural de Porto Velho.

“Dia de domingo é sempre movimentado por aqui. Tem dia em que chega gente em ônibus, caminhonete, carros. Nos fins de semana são mais de 100 pessoas que recebo por aqui”, diz.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.