32.3 C
Rio Branco
9 agosto 2022 6:35 pm

Em evento na Ufac, Ministério Público lança Anuário de Indicadores de Violência

O Anuário apresenta dados e informações sobre o comportamento da violência e da criminalidade no estado

POR CAMILA GOMES, DO CONTILNET

Última atualização em 16/07/2022 13:09

Em evento de lançamento realizado no Teatro da Universidade Federal do Acre, o Ministério Público do Acre (MPAC) lançou na manhã deste sábado (16), os dados consolidados do Anuário de Indicadores de Violência no Acre referente ao período entre 2012 a 2021.

O Anuário apresenta dados e informações sobre o comportamento da violência e da criminalidade no estado, a partir da exploração do conjunto de variáveis dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), das mortes violentas intencionais (MVI), dos homicídios dolosos consumados (HDC), das mortes decorrentes de intervenções policiais (MDIP), dos roubos, do sistema prisional, da violência juvenil, da violência contra a mulher, da atuação do crime organizado, da fronteira e dos suicídios.

Foto: ContilNet

“O anuário é uma compilação de diversos dados sobre violência no nosso estado, ele abrange um período bastante longo. Todo ano, nós vamos compilando mais dados e trazendo os mais recentes do ano anterior. Esse anuário atual abrange o período que vai de 2012 a 2021, então os dados mais recentes são do ano passado. Nós temos dados relacionados às mortes violentas intencionais, feminicídio, violência doméstica e do sistema prisional. Eu vejo o anuário como um instrumento fundamental, a partir dos dados do anuário é possível que órgãos de segurança e pesquisadores façam estudos aprofundados para compreender melhor a essência do fenômeno da violência e a partir disso propor soluções que possam melhorar na prevenção e no enfrentamento da violência no nosso estado” afirma o Procurador-Geral de Justiça do Acre, Danilo Lovisaro do Nascimento.

Procurador-Geral de Justiça do Acre, Danilo Lovisaro do Nascimento. Foto: ContilNet

O evento também contou com a palestra do doutor em Sociologia, Luís Flávio Sapori, que falou sobre “A dinâmica da criminalidade violenta na sociedade brasileira: percalços de um processo descivilizador”.

“Agradeço o convite para o lançamento deste Anuário e enfatizo a minha satisfação com os avanços da segurança no estado do Acre. Eu preparei uma apresentação objetiva. Trago aqui resultados da minha experiência como pesquisador e eterno estudioso do crime e da violência no Brasil. Há 30 anos trabalho com esse tema e me orgulho muito da minha trajetória. O que eu quero apresentar hoje não é só o diagnóstico, mas também soluções para os problemas sociais do nosso país”, diz o Prof. Doutor em Sociologia, Luís Flávio Sapori.

Prof. Doutor em Sociologia, Luís Flávio Sapori durante sua palestra. Foto: ContilNet

A publicação foi produzida pelo Observatório de Análise Criminal, setor que integra o Núcleo de Apoio Técnico (NAT), órgão auxiliar do MPAC.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.