23.3 C
Rio Branco
9 agosto 2022 8:35 pm

IMAGEM FORTE: Mãe deixa filho recém-nascido morrer e o descarta em caixa de sapato

POR HORA1RONDÔNIA

Última atualização em 13/07/2022 21:04

A polícia prendeu uma funcionária do Governo do Estado por infanticídio, na região central de São Paulo. Após esconder a gravidez e ter o bebê em casa, ela deixou a criança sem qualquer tipo de assistência ou comida até o recém-nascido morrer.

Durante os nove meses, Thaís Domingues Dias escondeu a gravidez que, segunda ela, em depoimento à polícia, foi indesejada. A criança era fruto de um caso com um ex-colega de trabalho. Thaís é funcionária do governo do estado onde trabalha na assessoria de imprensa. Ela tem também uma pequena empresa que vende bolos e doces.

De acordo com a polícia, a mulher, que já é mãe de outros dois adolescentes, teve o bebê em casa e o deixou à própria sorte. Durante horas o recém-nascido ficou sem assistência médica e alimentação. A criança morreu na segunda-feira (11) de manhã no edifício onde mora. Thaís colocou o corpo do bebê em uma caixa de sapatos e a caixa em uma sacola de lixo.

O crime foi descoberto pelo faxineiro do prédio que, na hora de fazer a coleta seletiva, encontrou o corpo do neném. O homem avisou o zelador, que chamou a polícia. Domingues foi presa em flagrante e vai responder pelo crime de infanticídio. Ela pode ter como atenuante o quadro clínico de depressão pós-parto. A pena, nesses casos, é de dois a seis anos de prisão.

Outro caso

Na cidade de Orobó-PE, catadores de recicláveis encontraram uma sacola plástica, com um conteúdo enrolado em vários tecidos.

Ao abrirem a sacola, se depararam com o corpo de um bebê com o cordão umbilical. Infelizmente, o bebê que era um menino, já estava sem vida.

O IML foi acionado para realizar a retirada do corpo, e a Policia Civil de Pernambuco foram até o local. As investigações já foram iniciadas por parte da PC-PE.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.