27.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 1:30 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Morre aos 85 anos aposentado que se declarava irmão de Lula

Damião Inácio da Silva sofria com as sequelas de um AVC e não resistiu.

POR G1

Morreu na noite de quarta-feira (14), Damião Inácio da Silva, suposto irmão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Ponta Porã (MS) – a 298 quilômetros de Campo Grande – aos 85 anos. O morador de Mato Grosso do Sul foi apresentado ao político em 2004, durante uma visita dele ao Assentamento Itamarati.

Vigia aposentado do município de Ponta Porã e nascido em 19 de maio de 1937, Damião Inácio da Silva morreu por volta de 18h no Hospital Regional da cidade.

Damião encontrou Lula pela primeira vez em 2004, quando o então presidente da República veio a Mato Grosso do Sul e visitou o principal assentamento da região. Na data, a família entregou vários documentos para comprovar que o morador de Ponta Porã era irmão de Lula, por parte de pai.

De acordo com informações repassadas pela família, Damião estava com a saúde debilitada desde que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Na tarde de quarta-feira (13), foi internado no Hospital Regional da cidade com quadro de baixa pressão arterial. Em estado grave, foi intubado, mas não resistiu.

Familiares informaram que o corpo de Damião está sendo velado nesta quinta-feira e será sepultado no cemitério Pax Primavera no fim da tarde. Lula é filho de Aristides com Eurídice Ferreira de Melo, a dona Lindu.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.