24.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 1:07 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pitbull é morto por policiais durante ataque à família que estava em calçada

Um gato da família morreu após mordidas do cão. O dono do pitbull não foi localizado

POR G1

Um cachorro da raça pitbull foi morto por militares da Polícia Militar (PM), na madrugada desta quinta-feira (14), em Corumbá (MS), a 428 km de Campo Grande. Conforme o registro policial, o cão estava atacando pessoas e animais em uma das principais avenidas da cidade. O dono do cão não foi localizado.

Dois disparos de uma pistola .40 atingiram o pitbull, que morreu enquanto atacava um gato, que estava com uma família, na calçada da Rua Pôrto Carreiro. Posteriormente ao ataque, a tutora do felino compareceu à delegacia para informar que o gato não havia resistido aos ferimentos e morrido também.

Por volta de 0h30, militares da PM realizavam rondas pela área central da cidade quando foram chamados por um frentista, que contou que um cachorro da raça pitbull estava caminhando pelas ruas da região, atacando pessoas e animais.

Durante rondas na região, os policiais encontraram o cachorro, que “aparentava estar nervoso”. Eles acionaram o Corpo de Bombeiros para que a contenção do animal fosse realizada, aponta o registro policial. Contudo, neste momento o pitbull partiu para cima de uma família que estava na calçada, passando a atacar primeiramente um gato.

O boletim de ocorrência detalha que, após tentativas de fazer com que o ataque ao felino cessasse, foi necessário o uso da pistola para contê-lo. Em decorrência dos dois disparos que o atingiu, o cachorro morreu no local.

Uma testemunha afirmou às autoridades que o cão invadiu uma espetaria momentos antes e atacou um outro cachorro. Posteriormente, a tutora do gato, uma mulher de 53 anos, informou que o felino morreu devido ao ataque.

Conforme a Polícia Civil, o dono do pitbull não foi localizado. O caso foi registrado como “Deixar em liberdade, confiar à guarda de pessoa inexperiente, ou não guardar com a devida cautela animal perigoso”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.