29.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 9:13 pm

Total de adolescentes que usaram drogas antes do 14 anos cresceu 146% na Capital

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, PARA CONTILNET

Última atualização em 14/07/2022 17:58

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apresentou uma pesquisa nesta quinta-feira (14), com dados sobre a saúde de alunos do 9º ano do ensino fundamental em Rio Branco, capital do Acre.

A pesquisa revela uma tendência ao crescimento do indicador de experimentação ou exposição ao uso de drogas entre os escolares do 9º ano do ensino fundamental das capitais brasileiras. Em Rio Branco, entre o período de 2009 a 2019, o crescimento foi de 6,5% para 11,8%.

Entre os adolescentes que usaram droga pela primeira vez antes de completar 14 anos de idade, esse indicador apresentou um crescimento de 146,0%, sendo 2,8% em 2009 e 6,9% em 2019. Em relação ao consumo recente de drogas ilícitas entre aqueles que haviam usado droga alguma vez na vida, mostra uma estabilidade entre 2012 (41,6%) e 2015 (42,5%), e uma queda em 2019 (36,3%).

Cigarro

Em relação a experimentação ou início da exposição ao tabaco através do cigarro, o percentual dos escolares do 9º ano do ensino fundamental de Rio Branco que haviam fumado cigarro, por pelo menos uma ou duas tragadas, foi de 40,9% em 2019. Anteriormente, em 2009, o percentual foi de 22,5%.

Segundo o IBGE, “observando a distribuição geográfica do indicador de precocidade da exposição ao cigarro entre os Municípios das Capitais, obtido pela razão de chances de escolares do 9o ano do ensino fundamental que fumaram alguma vez na vida, de fumarem ao menos uma ou duas tragadas, antes dos 14 anos, comparativamente ao Município de São Paulo, percebe-se que são os Municípios das Capitais de Curitiba (1,93) e Rio Branco (1,56) que apresentaram as maiores chances de precocidade na exposição ao cigarro”, diz.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.