27.3 C
Rio Branco
15 agosto 2022 9:03 am

Salário mínimo 2023 aumenta e atinge valor inesperado; saiba qual é

Novas projeções do Ministério da Economia apontam que o salário mínimo a R$ 1.294 está defasado e que um novo aumento deve ser feito.

POR EDITAL CONCURSO BRASIL

Última atualização em 16/07/2022 14:15

Apesar da aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023 nesta semana, com previsão do salário mínimo em R$ 1.294, uma nova estimativa da inflação pode fazer com que esse valor suba a partir do começo do ano que vem.

Segundo novas projeções do Ministério da Economia apresentadas nesta quinta-feira, 14, o salário mínimo a R$ 1.294 está defasado e poderá chegar a R$ 1.302 em 2023. O que acontece é que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), responsável por medir a inflação, deve ficar em 7,41% em 2022.

Atualmente, o índice é utilizado para calcular o reajuste do piso nacional de cada ano. Nesse sentido, o salário de R$ 1,294 aprovado pela LDO foi proposto levando em consideração um INPC de 6,7% para este ano, fato que não deve acontecer.

Aumento na folha dos aposentados

O valor de aposentadorias do Instituto Nacional do Seguro (INSS) também vai subir com a correção do salário mínimo. Se o reajuste para R$ 1.302 for o aplicado, os segurados começarão a receber o novo valor a partir de janeiro de 2023, em detrimento do piso atual de R$ 1.212.

No caso daqueles que recebem o chamado “teto do INSS“, a previsão é de subida dos R$ 7.612,38 para R$ 7.087,22 a partir do ano que vem.

Quando será definido o novo valor do salário mínimo 2023?

Apesar de prever o valor do salário mínimo do ano que vem desde agora, a correção exata e final do piso só será oficialmente anunciada em janeiro de 2023. Isso porque é preciso aguardar o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar a inflação de 2022.

O salário mínimo passou a ser reajustado tendo como referência apenas a inflação do ano anterior. Até então, também era incluído no cálculo o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

Na prática, isso significa que não existem o chamado “aumento real” no valor para os brasileiros. O que é garantido é apenas a manutenção do poder de compra, que continua o mesmo.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.