27.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 10:35 am

Três delegados e quatro agentes da Polícia Civil no AC são afastados para concorrer eleições

Todas as portarias são retroativas ao dia 1 de julho, um dia antes da data limite para desincompatibilização de cargo

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 07/07/2022 06:59

A edição do Diário Oficial Estado desta quarta-feira (6) traz sete portarias que concedem licença para atividade política a servidores da Polícia Civil.

São os delegados Roberto Alencar, Judson Barros Pereira e Carla Britto, além dos agentes Clodoaldo de Souza Rodrigues, Itamir Alisson Neves de Lima, José Araújo da Silva Costa e Rennan Biths de Lima Lima, que se licenciaram para concorrer a um cargo público. Os sete se afastam com a garantia de todos os direitos inerentes ao cargo, inclusive com recebimento dos salários, como prevê a lei.

Todas as portarias são retroativas ao dia 1 de julho, um dia antes da data limite para  desincompatibilização de cargo, que é o ato pelo qual o pré-candidato se afasta do posto que exerce para se tornar elegível perante a Justiça Eleitoral.

Esse afastamento, que pode ser temporário ou definitivo, a depender da função exercida, tem como objetivo evitar o abuso do poder econômico ou político nas eleições por meio do uso da estrutura e de recursos aos quais o servidor tem acesso.

Caso o afastamento não tenha ocorrido até o dia 2 de julho, o pré-candidato se torna inelegível.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.