24.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 11:55 am

UFC: Rafael dos Anjos diz que, se vencer, correto é enfrentar Charles do Bronx no Brasil

Ex-campeão do peso-leve acredita que merece mais que Islam Makhachev a chance pelo cinturão e diz que pela preparação que teve, "a performance perfeita vai acontecer", neste sábado, contra Rafael Fiziev

POR COMBATE, GE

Última atualização em 08/07/2022 09:18

Ex-campeão do peso-leve (até 70kg), Rafael dos Anjos faz questão de colocar o currículo à mesa quando se trata do seu futuro na divisão. Neste sábado, ele faz a luta principal do UFC Dos Anjos x Fiziev, em Las Vegas (EUA), e acredita que o “mais correto” é que, em caso de vitória, ele dispute o cinturão vago da categoria contra o compatriota Charles do Bronx, tomando a frente de outros nomes cotados para o confronto, como Islam Makhachev e Conor McGregor.

– Mais correto seria o que o Dana falou. Que o Beneil Dariush teria que lutar com Islam, pelo Islam não ter aceitado a luta comigo. Ele se prontificou a lutar e correu da luta. Só ficou blefando. Certo era o Islam com o Dariush, como Dana White tinha falado. Eu ganhando do Rafael agora, seria eu e Charles no Brasil, em dezembro ou janeiro. Acho que seria o cenário ideal pra mim. Conor tem uma alavanca muito grande, seria bom pelo fato da grana, mas não é um cara que poderia chegar e furar uma fila e lutar pelo cinturão. Acho que seria muito descarado, falta de respeito com todo o mundo – afirmou, ao Combate.com, acrescentando que o resultado positivo o coloca “na cara do gol”.

Acho que, sendo ex-campeão, vindo de três vitórias depois da minha volta pro peso-leve, me coloca na cara do gol. Todos os caras que estão na minha frente vêm de derrota pro campeão ou pra outro cara, a não ser Michael Chandler e Islam (Makhachev). Chandler lutou pelo cinturão duas lutas atrás, foi nocauteado, na verdade perdeu pro Charles e Gaethje e ganhou do Tony Ferguson agora. Acho que (a vitória) me coloca na cara do gol. São três vitórias, sou ex-campeão, 14 anos no evento, já lutei pelo cinturão em duas categorias, não vejo porquê não.”
— Rafael dos Anjos

Apesar de o título estar vago, Dos Anjos disse que todos devem considerar Do Bronx como o verdadeiro campeão da categoria. Após a polêmica da balança que culminou com Charles estourando o peso e perdendo o cinturão antes de finalizar Justin Gaethje, Rafael enalteceu a performance do compatriota.

– O cinturão está vago, o Charles ganhou bem do Gaethje. Toda essa confusão de balança eu não acompanhei bem, estava viajando pra um lugar que nem tinha internet. Não sou um cara que volta depois pra procurar, não estou muito ligado nessa confusão toda. Mas perdeu ali por 200g, cinturão vagou, mas ele foi lá e finalizou. O cinturão não é dele agora, mas na cabeça dele e acho que de todo mundo ele é o campeão.

Sobre o combate contra Fiziev, Rafael dos Anjos apontou o perigo que o quirguiz tem na trocação, mas que é mais completo que o rival.

– Ele é um striker bom, bom em pé, não conseguimos ver muita coisa dele no chão porque ele lutou mais contra strikers, nunca lutou contra caras de chão que tentassem derrubar muito ele, então isso deu uma dificultada no estudo. É um cara bom em pé, perigoso, que a gente tem que estar ligado no início da luta. É uma luta de MMA, acho que tenho que usar todas as cartas que tenho no meu baralho e nesse ponto acho que sou mais completo que ele. Todo adversário oferece um perigo e com certeza ele oferece os perigos dele. É um cara que tem mão pesada e no começo de luta é perigoso.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.