30.3 C
Rio Branco
12 agosto 2022 1:06 pm

100 vezes Arrascaeta: números por Flamengo e Cruzeiro consagram um dos grandes gringos no Brasil

Com 12 títulos desde 2015, uruguaio chega ao centésimo gol no país e está perto da marca em assistências: 97. Confira raio-x do meia que chegou ao futebol brasileiro em janeiro de 2015

POR GE

Última atualização em 04/08/2022 09:51

A constatação é inegável: Giorgian de Arrascaeta é um dos maiores estrangeiros que já passaram pelo futebol brasileiro.

A subjetividade do gosto pessoal até abre brechas para argumentos que indiquem a posição do uruguaio neste ranking. Os números, no entanto, tornam irrefutável o fato de que o camisa 14 do Flamengo está na prateleira de cima de uma lista que conta com gringos do nível de Dejan Petkovic, principal concorrente na preferência dos corações rubro-negros.

Ao abrir o placar para o Flamengo diante do Corinthians, pelas quartas de final da Libertadores, Arrascaeta “apenas” colocou em prática algo que é rotina em sua passagem por gramados brasileiros: o poder de decisão. Desde que foi contratado pelo Cruzeiro, em janeiro de 2015, são 197 participações diretas em gols, sendo 123 decisivas para o resultado da partida.

Arrascaeta no Brasil

  • 100 gols
  • 97 assistências
  • 197 participações diretas em gol
  • 123 decisivas *

* Aconteceram com o placar empatado ou o time perdendo por um gol

O critério utilizado pelo “Espião Estatístico” é simples: se a assistência ou o gol aconteceram quando o placar estava empatado ou o time estava perdendo por um gol de diferença, o lance é considerado decisivo. E é justamente nestes momentos que o meia uruguaio costuma aparecer.

Com o golaço em Itaquera, Arrascaeta chegou ao centésimo no Brasil e está perto de atingir a mesma marca em assistências, com 97 até o momento. Números de quem aprendeu a dar de ombros para a falta de propostas sedutoras da Europa e fez do Brasil seu eldorado.

Ídolo no Flamengo

Contratado em 8 de janeiro de 2019, Arrascaeta já é o quarto estrangeiro com mais gols pelo clube. São 50 no total, sete a menos que Pet e atrás ainda do paraguaio Jorge Benitez, com 74, e do argentino Doval, que lidera a lista com 94.

Chute de curva de Arrascaeta abre o placar para o Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC
Chute de curva de Arrascaeta abre o placar para o Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC

O peso de Arrascaeta para o clube, entretanto, vai muito além dos gols. Um dos ícones de uma das maiores gerações da história, ele já soma nove troféus, quase sempre como protagonista em jogos importantes, como a final diante do River, na Libertadores de 2019 – com assistência para Gabriel quando o time perdia – e a “decisão” com o Inter na penúltima rodada do Brasileirão de 2020, com gol e assistência também quando o time estava atrás no placar.

Com Arrascaeta, o Flamengo venceu 114 jogos, empatou 36 e perdeu apenas 25, com um total de 72% de aproveitamento. Dos 50 gols marcados, 30 foram com a perna direita, 12 com a esquerda e oito de cabeça, sendo 28 decisivos para a construção do resultado.

Arrascaeta e seus números com a camisa do Flamengo — Foto: ge
Arrascaeta e seus números com a camisa do Flamengo — Foto: ge

O camisa 14 fez gols contra 34 adversários diferentes, sendo que o arquirrival Vasco e o Goiás são as maiores vítimas, com quatro sofridos. Já quem mais deixou o uruguaio na boa disparado foi Bruno Henrique, garçom em dez oportunidades.

Somando as 60 assistências – 35 decisivas – Arrascaeta precisou de apenas 125 minutos para participar de um gol do Flamengo nos últimos três anos e meio. Argumentos suficientes para colocá-lo no hall não somente dos maiores estrangeiros, mas, sim, dos principais jogadores da história do clube.

Decisivo no Cruzeiro

Expoente do Flamengo do “outro patamar”, Arrascaeta deixou sua marca também no Cruzeiro. Vendido a peso de ouro por 15 milhões de euros (R$ 63.7 mi), o uruguaio foi importante nos últimos momentos de glória do clube com um bicampeonato da Copa do Brasil e um título mineiro.

Arrascaeta comemora gol do título da Copa do Brasil de 2018, diante do Corinthians — Foto: Leonardo Benassatto/Reuters
Arrascaeta comemora gol do título da Copa do Brasil de 2018, diante do Corinthians — Foto: Leonardo Benassatto/Reuters

Também com 50 gols com a camisa azul, foi decisivo em 34 deles, com destaque para o que garantiu a conquista da Copa do Brasil de 2018 na mesma Neo Química Arena que brilhou na última quarta-feira. Arrasca, que era chamado de “El Maestro” pelos mineiros, se notabilizou ainda por se tornar carrasco dos rivais Atlético-MG e América-MG, contra quem marcou um golaço de voleio que concorreu ao Puskas.

Raio-x da passagem de Arrascaeta pelo Cruzeiro — Foto: Ge
Raio-x da passagem de Arrascaeta pelo Cruzeiro — Foto: Ge

Contratado ao Defensor Sporting, do Uruguai, em 17 de janeiro de 2015, com apenas 20 anos, Arrascaeta era o estrangeiro com mais gols e mais jogos pelo Cruzeiro quando foi negociado com o Flamengo. Marcas que foram superadas por Marcelo Moreno e Ariel Cabral, mas dão o tom do quanto foi importante em sua passagem por Belo Horizonte.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.