31.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 2:45 pm

Celso Portiolli nega ter pedido licença do SBT: “Falta de respeito”

Apresentador do Domingo Legal revelou que foi prejudicado financeiramente com inverdade sobre saída de emissora

POR METRÓPOLES

Última atualização em 03/08/2022 16:39

Celso Portiolli desmentiu a notícia de que teria pedido licença ao SBT para tirar um ano sabático. O apresentador do Domingo Legal afirmou ao colega Carlos Alberto de Nóbrega, no podcast O Pod É Nosso, que gostaria de passar um ano viajando e fora da da TV, mas a fala foi distorcida sugerindo que ele estaria de saída da rede de Silvio Santos.

Em depoimento ao programa A Tarde É Sua, da RedeTV!, Portiolli esclareceu que o trecho do podcast foi tirado de contexto e que o suposto pedido de licença não procede.

“Quando eu li esse tipo de notícia, eu achei uma tremenda falta de respeito com a minha luta. Meu Deus, com pode o ser humano quer subir e quer aparecer a qualquer custo. O que eu disse quando ele perguntou para mim ‘do que você tem vontade ainda’. Eu disse que não tenho vontade de mais nada, não tenho vontade de ganhar mais dinheiro, não tenho vontade de fazer novos programas. A única coisa que eu quero é saúde, e disse que uma vontade que eu tinha era poder um dia tirar um ano sabático, ficar um ano viajando, estudando um novo idioma. Eu tinha”, declarou.

Portiolli ainda explicou a fala de que teria só mais três meses de contrato, dita em tom de brincadeira durante o podcast de Carlos Alberto de Nóbrega.

“Meu contrato com o SBT não termina em três meses. Meu contrato é indeterminado. Se o SBT me der uma carta dizendo ‘Portiolli, tchau!’, três meses eu vou embora. É isso, respeitar só três meses. E se eu der uma carta para o SBT, eu tenho que respeitar os três meses e depois acaba. É um contrato indeterminado. Meu contrato não vai ver daqui três meses. Não tem mais aquela multa milionária que eu sempre tive e nunca gostei. É um contrato de confiança realmente. Não tem nada que impeça o SBT de me demitir ou de me tirar e não tem nada que me impeça de sair, só isso”, prosseguiu.

Por fim, o titular do Domingo Legal desabafou sobre notícias mentirosas e alegou ter sido prejudicado financeiramente sobre sua falsa saída do SBT.

“Quando colocaram que eu vou sair, que eu pedi, e a notícia parece aquele telefone sem fio, um fala aqui, outro pega ali, inventa e vão inventando e vira uma bola de neve. Achei, em primeiro lugar, uma tremenda falta de respeito para com a minha pessoa, porque a luta que estou tendo nesses últimos tempos é grande, e aí vem essa história toda, tirando de contexto não sei para quê […]. Estava gravando uma campanha comercial com a Eliana o dia inteiro, e algumas pessoas perguntaram para mim, principalmente os meus patrocinadores: ‘Mas e aí, você vai parar?’. Falei: ‘Não, esquece’. É uma coisa que me prejudicou emocionalmente, me prejudicou financeiramente também”, afirmou.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.