27 C
Rio Branco
12 agosto 2022 8:00 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Empresário surpreende namorada com pedido de casamento embaixo d’água; veja vídeo

Barbara Campolina Paulino e Bernardo Andrade Mascarenhas noivaram durante passeio de flutuação no Rio da Prata, em Jardim

POR G1

CLIQUE AQUI para ver o vídeo.

O empresário, Bernardo Andrade Mascarenhas, de 33 anos, superou as expectativas e inovou no romantismo e na criatividade para fazer o pedido de casamento à namorada. Não teve faixas, flores ou balões de coração, nada disso. O apaixonado aproveitou um passeio de flutuação, em um dos principais atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul, com águas cristalinas, e pediu a advogada, Barbara Campolina Paulino, de 25, em casamento embaixo d’água. (Veja vídeo acima).

Juntos há quase dois anos, o casal programou uma viagem especial para celebrar o aniversário de 25 anos de Bárbara. Os dois são de Itaúna, Minas Gerais, e decidiram conhecer Bonito. Durante um passeio de flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata, em Jardim (MS), a advogada foi surpreendida com um pedido que jamais será esquecido.

Para que tudo desse certo, Bernardo contou com a ajuda da agência de turismo, do instrutor de mergulho, do fotógrafo e da agência que fecharam o passeio. Cada cúmplice recebeu uma responsabilidade, desde receber as placas, segurar as alianças até registrar o pedido de casamento em vídeo com câmeras subaquáticas.

“Bernardo entrou em contato com a agência de turismo, pedindo dicas de como fazer o pedido durante o passeio. Todo mundo já estava sabendo, o fotógrafo ficou com as placas e o anel durante a flutuação. Em determinado momento, ele saiu do rio para pegar as coisas. Até hoje não sei mensurar em palavras o que eu senti e o quão especial foi”, disse.

Bernardo esperou chegar em um trecho do passeio e embaixo d’água, com a ajuda dos cúmplices, mostrou placas com fotos do casal, recados e o pedido, e em seguida trocaram alianças.

“Estava mergulhando, quando virei ele fez o pedido. Tava tudo armado, eu que não sabia de nada. Todo o cuidado que ele teve para organizar tudo mostra que ele realmente me ama e está seguro com essa decisão. Foi muito mais que um pedido, ainda não sei o que dizer”, disse.

Placas usadas durante o pedido  — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução
Placas usadas durante o pedido — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução

Ao g1, Barbara relatou que a surpresa quase não aconteceu. Isso porque minutos antes do passeio, ela se sentiu indisposta por causa do calor, pressão baixa e a roupa de neoprene. “Minha pressão caiu e quase não realizei o passeio. Tava muito calor e a roupa era muito apertada. O guia, que já sabia de tudo, me acalmou e me senti segura para entrar na água”, disse.

O casamento já tem data marcada. A cerimônia religiosa deve ser realizada em Itaúna, em 2 de setembro do ano que vem, pouco mais de ano após o pedido.

Pedido foi feito nas águas cristalinas do Rio da Prata, em Jardim — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução
Pedido foi feito nas águas cristalinas do Rio da Prata, em Jardim — Foto: Arquivo pessoal/ Reprodução

Pedido de namoro antes do 1º beijo

Bernardo mora em Itaúna e Barbara, morava em Belo Horizonte. O casal se conheceu através do trabalho, quando Bárbara foi realizar uma consultoria na empresa de Bernardo. Depois que o trabalho foi finalizado, ele a convidou para uma trilha e se declarou. O curioso é que eles começaram a namorar antes mesmo do primeiro beijo.

“Conheci o meu noivo em uma reunião de trabalho. Quando tudo foi finalizado, ele me ligou e me chamou para fazer uma trilha. Amamos viajar e praticar esportes! Durante o passeio ele me pediu em namoro, antes mesmo de me beijar”, descreveu.

Antes de viajar para Bonito, o empresário também pediu a mão de Bárbara para o pai dela. “Bernardo pediu minha mão em casamento para o meu pai antes de me pedir oficialmente. Temos essa tradição e ele fez questão”, disse.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.