26 de maio de 2024

Chacina do Taquari: mais um suspeito de participar do crime é preso em Rio Branco

Davison da Silva Oliveira negou envolvimento em depoimento à Polícia

Davison da Silva Oliveira, o “Escopetinha”, procurado desde novembro do ano passado, foi preso no último fim de semana. Ele enfrenta acusações relacionadas à ‘Chacina do Taquari’, episódio que culminou com seis assassinatos em Rio Branco, em 3 de novembro de 2023.

“Durante o interrogatório, ele optou por negar envolvimento. Não conseguimos capturá-lo na primeira fase da investigação, mas ele foi detido na região de fronteira”, revelou o delegado da Polícia Civil, Alcino Júnior. 

A decisão judicial, proferida pelo juiz Danniel Bomfim, acusa o grupo de homicídio qualificado por motivo torpe e associação criminosa. Outros quatro membros de duas facções criminosas foram acusados, são eles: Ronivaldo da Silva Gomes, Denilson Araújo da Silva, Tony da Costa Matos e José Weverton Nascimento da Rosa.

Relembre o caso

Uma pessoa foi gravemente ferida e seis pessoas foram mortas, na noite de 03 de novembro, quando uma camionete tipo Frontier parou em frente a uma residência na Travessa Morada do Sol, no bairro Taquari.

O crime aconteceu no início da noite por volta das 20h, quando quatro homens fortemente armados, todos encapuzados, adentraram a residência e abriram fogo contra sete pessoas que se encontravam no local.

De acordo com informações preliminares, os criminosos saíram do veículo e invadiram a residência, surpreendendo as vítimas que se encontravam no interior. Os disparos foram efetuados de forma indiscriminada, resultando na morte de seis pessoas no local. 

Uma sétima vítima, gravemente ferida, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada às pressas para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost