Com mais de 20 mil notificações em 2024, Acre começa a apresentar queda nos casos de dengue, diz MS

Em 2024 o estado já registrou 67% das notificações suspeitas da doença do total de todo o ano de 2023

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última terça-feira (30), pelo menos 21 estados brasileiros apresentaram sinal de queda ou estabilidade no número de casos de dengue. Entre estes está o estado do Acre, que sinalizou tendência de queda nos casos da doença.

Até o momento, o Brasil registra 4,1 milhões de casos prováveis da doença, sendo 44,7 mil graves e de sinal de alarme. Os óbitos totalizam dois mil.

O estado registrou apenas três casos graves da doença em 2024/ Foto: Reprodução

Segundo o painel de monitoramento do Observatório de Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), em 2024, o Acre teve até então, 21.142 notificações suspeitas de dengue.

O total de notificações suspeitas registradas neste ano no estado do Acre já chega a pouco mais de 67% do total de casos suspeitos de dengue em todo 2023, quando o estado registrou 31.419 notificações.

Além do Acre, Alagoas; Amazonas; Amapá; Bahia; Distrito Federal; Espírito Santo; Goiás; Maranhão; Mato Grosso do Sul; Minas Gerais; Paraíba; Paraná; Pernambuco; Piauí; Rio de Janeiro; Rio Grande do Norte; Rio Grande do Sul; Rondônia; Roraima; Santa Catarina e São Paulo também apresentaram sinal de queda ou controle de casos de dengue.

Apresentação Ministério da Saúde

Para apoiar ações de combate à doença, o Ministério da Saúde já liberou R$ 140 milhões por meio de portarias ao Acre e a pelo menos mais de 500 municípios brasileiros. Os recursos são parte do R$ 1,5 bilhão reservado para este fim.

Estoque zera e todas as vacinas contra dengue são aplicadas antes do vencimento no Acre

Ao todo, o estado recebeu mais de 17 mil doses. A campanha teve início no dia 16 de fevereiro, em 11 municípios acreanos. Porém, o fato de que as doses enviadas vencem no dia 30 de abril preocupou as autoridades sanitárias que correram para achar uma forma de aplicar as doses antes do vencimento.

A Sesacre então decidiu iniciar temporada de vacinação em crianças e adolescente de 6 a 16 anos. Além disso, pessoas com comorbidades (diabetes, hipertensão arterial e renais crônicos), de 20 a 59 anos, também puderam se vacinar.

Com isso, o Acre conseguiu aplicar todas as doses disponíveis antes mesmo da data limite de vencimento das vacinas. A informação foi confirmada ao ContilNet pela  coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Renata Quiles, que deu detalhes sobre as próximas remessas que devem chegar ao Acre.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost