No Acre, campeonato de fisiculturismo reúne 48 atletas; “Gratificante”, diz jovem que conquistou 2 pódios

Em outubro deste ano a Federação Acreana de fisiculturismo deve realizar uma nova edição da competição

A Federação Acreana de Fisiculturismo e Fitness (WBPF/AC) realizou no último domingo (19) a 5ª edição do Campeonato de Fisiculturismo Acreano, no auditório da Livraria Paim, em Rio Branco. O campeonato reuniu 48 atletas, em seis categorias, são elas: BodyBuilder, Classic Physique e Men’s Physique (masculinas), Bikini e Wellness (femininas), com premiações em dinheiro, além de troféus e medalhas para os mais bem colocados em suas categorias.

Um dos competidores que se destacou no campeonato neste ano foi o atleta Eduardo Maillan, de 24 anos, que treina há três anos, acompanhado do professor Guilherme Sauer, responsável por acompanhá-lo em toda a sua preparação para competição. O atleta conta que para essa última competição, se preparou por três meses. “Quem vive de fisiculturismo de certa forma deve estar sempre preparado, vivemos em busca dos resultados constantemente. Mas em especifico para essa competição, foram 12 semanas de preparação, cerca de 3 meses”, disse.

O atleta conta que para essa última competição, se preparou por três meses/ Foto: Cedida

Erivaldo Gadelha, presidente da federação, e que também participou da competição, ressaltou a importância de um campeonato desse porte para o fomento do esporte no estado do Acre.

“É muito importante termos uma federação que realiza um campeonato como esse, pois os atletas se preparam o ano inteiro. Acaba até sendo uma forma, por exemplo, de tirarmos muitos jovens da marginalidade, e de outras situações. O esporte salva vida, e o nosso principalmente”, frisou.

Erivaldo Gadelha é presidente da WBPF/AC/ Foto: Reprodução Instagram

O estado do Acre tem mostrado um enorme potencial na formação de atletas do mundo do fisiculturismo, a exemplo, temos Ramon Dino e Everson Costta, que neste ano representarão o estado no Mr. Olympia 2024, que acontece em outubro, nos Estados Unidos. A competição mundial de fisiculturismo ocorre anualmente e reúne os melhores fisiculturistas de todo o planeta. Erivaldo vê a competição acreana como uma forma de abrir portas para outros atletas do estado.

“É um esporte muito cativante e exige o máximo do atleta. Ele não fica nenhum minuto sem pensar em está em preparação, com dieta, treino etc. É um esporte que está abrindo muitas portas em nosso estado”, ressaltou o presidente da (WBPF/AC).

Eduardo Maillan admitiu que a rotina de preparo para competir é exaustiva e requer muita dedicação e foco. “Como de costume, extremamente sacrificante. Nessa fase é onde tudo fica mais extremo, dieta, treino e cansaço, tanto físico como mental, tive que abrir mão de muitos prazeres como sair pra jantar com familiares e amigos ou, poder treinar com outras pessoas por exemplo. A preparação e finalização são os momentos que mais sugam o atleta, todos que passaram pelo processo merecem admiração, não é nem um pouco fácil chegar até esse estágio”, destacou.

Eduardo treina há três anos/ Foto: Cedida

Maillan conquistou dois troféus: um na categoria Classic, até 1,80 metros, na qual foi top três, e outro na categoria Men´s, até 1,80m, alcançando o top dois no pódio. O atleta falou sobre a experiência de participar de uma competição como essa.

“Gratificante. Fico muito feliz de ver como o esporte tem crescido exponencialmente em nosso estado, ver tantos atletas me motiva a se superar ainda mais, e pode ter certeza de que vou voltar cada vez mais preparado. Isso só mostra o quanto o esporte está crescendo. A sensação é de extrema alegria com tudo que vem acontecendo e tudo que o fisiculturismo vem alcançando em nosso país”, afirmou.

Eduardo conta que Ramon e Everson são inspiração para outros atletas acreanos que almejam alcançar uma carreira de nível profissional no mundo do fisiculturismo.

“Eu acredito que os dois já são referência de como se portar para chegar ao alto nível. Ramon é o segundo melhor Classic do mundo, ficando atrás somente do 5x campeão consecutivo do Mr. Olympia, Chris Bumstead, e o Everson já é uma referência gigantesca só de chegar aonde chegou, já conheci ele pessoalmente e nos seguimos nas redes sociais da vida, pra mim ele já é referência e sempre que tive oportunidade de pedir conselhos, dicas, ajuda ou qualquer outra coisa ele sempre esteve disposto, só tenho a agradecê-lo por tanto”, acrescentou.

Em outubro deste ano a Federação Acreana de fisiculturismo deve realizar uma nova edição da competição, desta vez, com estrutura ainda maior, e premiações de valores mais altos.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost