Sem contratar concursados, Tião Viana convoca militares da reserva para combate ao crime no estado


“Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva” para o serviço ativo é em caráter transitório e tem duração de 2 anos

SALOMÃO MATOS, DA CONTILNET

Impedido pela Lei de responsabilidade Fiscal de contratar ou abrir novos concursos públicos, o governador do Acre, Tião Viana,  vem convocando PM’s da reserva para reingresso nas atividades policial, como forma de aumentar o efetivo de policiais militares nas ruas e conter a onda de violência que tomou proporções sem controle no estado,

A lei complementar que trata do assunto, foi publicada na edição do Diário Oficial na manhã desta sexta-feira (27), criando o “Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva” e dispõe sobre a convocação dos inscritos para o serviço ativo, em caráter transitório.

A permanência do militar convocado no serviço voluntário ativo terá duração de dois anos. O ingresso, não gera, por si só, qualquer direito, além dos já previstos.

Confira publicação:

Outras Notícias

Veja Também