Rio Branco, Acre,


Caminhoneiro é detido após dirigir sob efeito de inibidor de sono, proibido pela Anvisa

Tal conduta em tese constitui o crime de consumo de drogas

A Unidade Operacional de Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma abordagem de rotina nesta quarta-feira (30), parou um caminhão cujo motorista fazia uso de um medicamento proibido.

Após análise do cronotacógrafo, instrumento medidor de velocidade e distância percorrida pelo veículo, os policiais constataram que o caminhoneiro de 40 anos de idade havia dirigido por 8 horas seguidas sem realizar parada, contrariando a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito que exige 30 minutos para descanso dentro de cada 6 horas na condução de veículo de transporte de carga.

O condutor ficou nervoso e na fiscalização interna do veículo foi encontrada uma cartela de um inibidor do sono com apenas um comprimido intacto, porém a mesma possuía suporte para 15 comprimidos. Popularmente conhecido por “rebite”, esta droga prolonga o estado de alerta do usuário que pode dirigir por várias horas.

Entretanto, a substância encontrada contém princípios ativos que não possuem registro válido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o que tornam o seu uso e comercialização proibidos no Brasil. Desta forma, tal conduta em tese constitui o crime de consumo de drogas.

Diante das evidências, o caminhão foi retido e o autor fica à disposição da justiça para responder pelos enquadramentos cabíveis.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up