Rio Branco, Acre,





Direito de resposta: jornalista faz afirmação inverídica contra site Juruá em Tempo


JURUÁ EM TEMPO

Em sua coluna ‘Pimenta no Reino’, o jornalista Arquibaldo Antunes alega ter recebido a reclamação de um vereador da base do prefeito Ilderlei, uma reclamação sobre a suposta ‘parceria’ entre o site Juruá em Tempo e a prefeitura de Cruzeiro do Sul. Na nota, Arquibaldo vai mais longe nas suas suposições ao sugerir que o site receberia da prefeitura através de funcionários nomeados.

Com muita imaginação e nenhuma prova concreta, Arquibaldo será convidado em breve, pelo diretor do site, Paulo Sá, a apesentar provas na justiça.

A afirmação do ‘jornalista’ – de que o incômodo teria partido de um vereador da base de Ilderlei – é muito pouco crível. As mais recentes publicações de Arquibaldo se destinam justamente a atacar Ilderlei e fazer a defesa cega de Vagner Sales. Inclusive lançou mão de matérias apócrifas em que o jornalista deixa entrever sua autoria no estilo rebuscado e pedante que acompanham seu nome no estado.

A informação deste site é que determinado assessor da câmara de vereadores recebia sem sequer morar em Cruzeiro do Sul, durante a gestão de Romário Tavares, famoso por suas contas irregulares e sua subsverviência à Vagner Sales.

Ao contrário do que afirma Arquibaldo, o jornal não alterou sua linha editorial. O site sempre se posicionou de maneira crítica à Ilderlei Cordeiro, mas reconhecendo seus méritos e acertos como gestor. O mesmo se refere à Gladson, que pode esperar do site uma postura crítica em relação ao seu governo, porém digna e pronta a reconhecer seus méritos.

No caso de Vagner Sales, a questão é pouco diferente. Trata-se de um condenado pela justiça que não pagou por seus crimes por ter adotado as mais vis manobras junto ao judiciário até a prescrição de seus crimes. É réu na justiça federal por enriquecimento ilícito, multiplicou exponencialmente seu patrimônio pessoal enquanto a prefeitura definhava, já teve patrimônio parcialmente bloqueado pela justiça federal, responde a outros 15 processos por improbidade administrativa, teve suas contas rejeitadas pelo TCU e a quase totalidade dos meios de comunicação do estado, talvez por conveniência política ou financeira, não tratou do assunto com a gravidade que ele merece.

Diante do silenciamento da imprensa, o site Juruá em Tempo cumpre o seu papel de manter a vigilância e não permitir que o assunto caia no esquecimento, enquanto outros jornalistas, à semelhança de Arquibaldo, esforçam-se para mudar o foco das questões e varrer a sujeira para debaixo do tapete.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também