Fifa mantém punição a afegão acusado de abusar sexualmente de jogadoras


Keramuudin Karim é presidente da Federação Afegã de Futebol

NOTÍCIAS AO MINUTO

Implicado em acusações de abuso físico e sexual de jogadoras, o presidente da Federação Afegã de Futebol, Keramuudin Karim, sofreu uma derrota jurídica nesta terça-feira, ao ter um recurso contra o seu afastamento provisório do futebol mantido.

A Fifa anunciou que o juiz que chefia o seu comitê de ética, Vassilios Skouris, negou o recurso de Karim contra uma suspensão provisória de 90 dias, imposta enquanto as investigações sobre as acusações contra o afegão são realizadas.

Fifa mantém punição a afegão acusado de abusar sexualmente de jogadoras

/Foto: Reprodução

A Comissão de Ética da Fifa optou impor o afastamento provisório em 12 de dezembro, com opção de ser prorrogada por 45 dias, diante das acusações de abuso realizadas por jogadoras da seleção afegã à imprensa. Além disso, a Fifa foi alertada no ano passado por relatos de abuso que supostamente aconteceram na sede da federação em Cabul e um centro de treinamento na Jordânia.

Em consequência das acusações, o presidente do Afeganistão, Ashaf Ghani, também ordenou uma investigação e a marca esportiva dinamarquesa Hummel cancelou um acordo de patrocínio e fornecimento de material para a seleção nacional.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também