Gladson determina que secretários não tenham membros do PT em seu governo


Governador disse que secretários podem encontrar muita gente qualificada para assumir cargos entre as pessoas que levantaram sua bandeira nas eleições

SAIMON MARTINS, DO CONTILNET

O governador Gladson Cameli (Progressistas) determinou aos seus secretários, diretores e presidentes de órgãos da administração pública direta e indireta do estado, que não venham a nomear servidores públicos ligados ao Partido dos Trabalhadores (PT) em cargos do governo.

A ordem do governador foi divulgada por ele em um grupo ligado ao alto escalão do governo, mas o áudio vazou nas redes sociais. Na mensagem de voz, Gladson afirma: “Vamos parar com qualquer nomeação ou situação que possam ter membros do PT na Administração. Isso é uma determinação minha”, ressaltou.

Gladson Cameli quer contemplar pessoas que ajudaram a oposição a chegar ao poder/Foto: ContilNet

O progressista afirma já estar chateado com as cobranças de pessoas outrora ligadas à oposição, mas que agora compõem o governo.

“Eu não aguento mais estar a todo minuto recebendo mensagens. Não está dando mais dessa forma. Isso está ficando chato. Me desculpem a forma como estou falando, mas tem uma semana que não paro e não tenho sossego por causa disso”, explicou. Ouça:

Conforme o governador, dentro da antiga oposição existem profissionais capacitados para assumir as vagas no governo, que ajudaram e contribuíram para a vitória nas eleições de 2018.

“Temos pessoas qualificadas em nossos quadros”, destacou Cameli.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também