Rio Branco, Acre,





Mais de mil casos de dengue já notificados em Sena Madureira e preocupa autoridades


O prefeito Mazinho Serafim (MDB) é um dos munícipes acometidos hoje pela doença

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

O acúmulo de água das chuvas, principalmente em locais onde há entulhos, vasilhas, pneus, embalagens, tampas de garrafas e outros objetos propícios à formação de criadouros do mosquito transmissor da dengue, o  Aedes Aegypti, tem sido um dos principais problemas em Sena Madureira, atualmente, que registra mais de mil casos notificados da doença, de acordo com o secretário municipal de saúde, Daniel Herculano.

O prefeito Mazinho Serafim (MDB) é um dos munícipes acometidos hoje pela doença que pode estar atingindo muito mais pessoas do que as notificadas, segundo as estimativas.

Secretário de Saúde Daniel Herculano/Foto: ContilNet

“Uma equipe da secretaria de estado de saúde, Sesacre, já esteve no município, prestou toda a assessoria e, para eles, nós e vários outros municípios do Acre, estamos tendo um ano atípico. Temos feito diversas ações de borrifação, limpeza, mas principalmente de conscientização da população para combatermos a dengue.”, disse o secretário.

Secretário da Semsur Milton Pinheiro/Foto: ContilNet

O secretário municipal de serviços urbanos (Semsur), Milton Pinheiro, garantiu que a prefeitura está trabalhando na coleta de entulhos e do lixo domiciliar depositados em caixas coletoras, além da desobstrução de logradouros e valas, mas conclamou a população a fazer a sua parte.

“Nesse período chuvoso, eu acredito que o aumento dos casos de dengue, é devido a população não fazer corretamente a limpeza de seus quintais. Nós estamos fazendo a nossa parte e mesmo assim os casos continuam aumentando, então eu acredito que somente dessa forma, juntos, é que a gente vai minimizar o problema.”, avaliou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também