Técnicos do Depasa denunciam furto de equipamentos das estações de água e esgoto na Cidade do Povo


Os materiais foram supostamente furtados por membros de uma facção criminosa que atua no local

REDAÇÃO CONTILNET

Dois técnicos do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), que não quiseram se identificar, procuraram a reportagem do ContilNet para denunciar o furto de equipamentos das estações elevatórias de esgoto e de tratamento na Cidade do Povo, ocasionando a volta dos dejetos para às residências e falta de água encanada.

Os materiais, que vão desde equipamentos do laboratório químico até pedaços de cobre para serem vendidos posteriormente, foram supostamente furtados por membros de uma facção criminosa que atua no local.

Facção criminosa atuando/Foto: Reprodução

Ainda de acordo com os profissionais, outros funcionários do órgão enviados para realizarem leituras hidrométricas nas casas, se sentem ‘amedrontados’ pelas ameaças que recebem no conjunto habitacional, cotidianamente.

Os representantes do Depasa, em reunião na última semana, decidiram que medidas de segurança serão tomadas.

Estação de tratamento de esgoto tem capacidade para atender mais de cinco mil casas/Foto: Secom

“Não sabemos mais o que fazer. É certo que, a partir de agora, nossa atuação será em parceira com a Segurança Pública, porque os nossos funcionários sentem medo, de perder a vida, de ameaças”, explicou um deles.

Os trabalhadores responsáveis pelas medidas estão indo sem farda para a Cidade do Povo, no intuito de não serem identificados.

As intercorrências afetam diretamente a população.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também