Rio Branco, Acre,





Zen critica agronegócio e Duarte rebate: “a florestania afundou a economia do Acre”


O petista ressaltou que a soja  “não gera muito emprego, pois demanda pouca mão de obra"

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Após a visita da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, no estado do Acre, os deputados estaduais Daniel Zen (PT) e Roberto Duarte (MDB), entraram em contenda sobre o assunto do agronegócio. O petista diz que a iniciativa não gera renda e emprego ao povo. Já Duarte, fala que o agronegócio é o caminho para o desenvolvimento do Acre.

Daniel fez alguns apontamentos sobre sobre a temática e destacou que no estado “a única região propícia ao plantio da soja é o Alto Acre (BR-317), por conta do solo (latossolo) que, além de fértil ao plantio, deve ser rígido o suficiente para aguentar o peso das colheitadeiras. Além disso, para que ela – a soja – seja rentável, demanda grandes extensões de terra plantada”, comentou.

Roberto Duarte e Daniel Zen/Foto: Reprodução

Além disso, o petista ressaltou que a prática “não gera muito emprego, pois demanda pouca mão de obra. Logo, distribui pouca renda e não promove inclusão social. Apenas enche os bolsos dos grandes proprietários de terras (que já estão podres de ricos)”. Por fim, sugeriu: “a agricultura familiar gera muito mais emprego do que o agronegócio”, ressaltou.

Em resposta, Roberto falou ao ContilNet que, durante sua campanha, foi um defensor ferrenho do agronegócio no estado, e disse que o deputado “é um brincalhão” em criticar uma forma tão próspera de fazer avançar a economia. “Eu vejo Rondônia, Mato Grosso e Rio Grande do Sul prosperando”, rebateu.

Duarte acrescentou ainda que “o que não deu certo para o Acre e está provado isso, foi a florestania que afundou a economia nos últimos 20 anos”, enfatizou.

O emedebista encerrou declarando que pensa diferente de Zen, tanto que declarou: “o agronegócio é para todos, inclusive para o pequeno produtor”, encerrou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também