Rio Branco, Acre,


Comentarista diz que Romário ganhou Copa de 94 sozinho e irrita Bebeto

Parceiro de Romário na Copa de 1994, Bebeto era um dos convidados do programa 'Bem, Amigos!' desta segunda-feira (1º)

O comentarista Marco Antonio Rodrigues, o Bodão, irritou o ex-jogador Bebeto ao dizer que Romário ganhou a Copa do Mundo de 1994 “sozinho”. A discussão aconteceu na edição desta segunda-feira (1º) do “Bem, Amigos!”, do SporTV.

“Na Copa do Mundo de 1994, o melhor jogador foi o senhor Romário, inclusive o melhor do mundo no ano. O Bebeto foi um excelente jogador, um belo coadjuvante, mas o Romário ganhou a Copa para o Brasil. Romário e Bebeto sim, mas o Romário jogou mais, foi decisivo em todos os jogos”, disse Bodão.

Bebeto, que era um dos convidados do programa, rebateu, destacando a força coletiva da equipe que conquistou o tetracampeonato mundial para o Brasil.

“Bodão, eu não concordo contigo não, que o Romário ganhou a Copa sozinho. Se a gente não tem um time lá atrás, certinho, não ganha nada. Essa coisa de ganhar Copa sozinho não existe. Claro, ele fez os gols. Mas, se não tem um time, forte, com base forte, ninguém ganha nada sozinho. Aí o Neymar fica com essa coisa de ter que decidir sozinho, não vai ganhar sozinho. Tudo é pressão em cima do Neymar, tem que tirar a pressão de cima dele. Ele é um jogador que vai decidir pela qualidade que ele tem, pela habilidade. Não existe isso de ganhar Copa do Mundo sozinho, tá louco”, rebateu Bebeto.

O comentarista se justifica dizendo que “ganhar sozinho” foi apenas uma expressão.

O apresentador do “Bem Amigos!”, Galvão Bueno, tentou dividir o protagonismo da conquista entre Romário e Bebeto, mas o ex-craque voltou a enfatizar que todo o grupo ganhou a Copa naquele ano.

O grupo todo foi importante. Essa coisa de ganhar sozinho não existe. Todo mundo tem que ganhar, ter o mesmo pensamento. Acha que ganhamos por quê? Todo mundo com o mesmo pensamento, um ajudando o outro. Eu abdiquei de muita coisa ali para que o Romário pudesse fazer os gols. Fiz os meus também, mas é por isso que conquistamos.”

O clima só esfriou quando o comentarista Caio Ribeiro defendeu os dois pontos de vista e mudou o rumo da conversa.

Galvão ainda brincou com a reação do ex-jogador: “Eu conheço o Bebeto desde que ele era garotinho, desde que chegou ao Flamengo. Poucas vezes eu o vi tão bravo desse jeito”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Últimas Notícias