Rio Branco, Acre,


Indiciado pela morte de Jonhliane, Alan Araújo tem pedido de liberdade negado

Agora a defesa espera pelo julgamento do mérito do HC que será feito pelos três membros da Câmara Criminal

Em decisão liminar o desembargador Samoel Evangelista negou o habeas corpus em favor de Alan de Araújo de Lima. Ele foi preso na sexta-feira (14) pela acusação de participar de um racha que resultou na morte da jovem Jonhliane Paiva de 30 anos.

O HC foi impetrado  ainda na sexta pelo advogado Giliard Souza. No recurso, o criminalista alegou que não estavam presentes na decisão do Juiz da 2 Vara do Tribunal do Juri os requisitos e fundamentos para a decretação da prisão preventiva.

PUBLICIDADE

Mas ao analisar o HC, o desembargador argumentou que o habeas corpus deve ser concedido quando alguém achar ou sofrer ameaça em sua liberdade. Para o magistrado, o caso em análise não justifica. Agora a defesa espera pelo julgamento do mérito do HC que será feito pelos três membros da Câmara Criminal

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up